Dorival fala o porque de não ter aceito as propostas de Atlético-MG e Vasco

O treinador que falou com exclusividade ao Jogo Sagrado - da Fox Sports, disse apenas esperar por um “ok” do clube para finalizar as negociações, onde segundo ele não aceitou o convite do Vasco e Atlético-MG por já ter compromisso assinado com outra equipe.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Conforme havíamos divulgado nesta última segunda-feira, quando informamos que o Vasco da Gama havia procurado Dorival Junior para saber de sua disponibilidade para treinar a equipe cruz-maltina e que esse teria um acordo já definido com um time do exterior - essa confirmação veio através de um dos programas esportivos do canal "Fox Sport", onde Dorival que foi convidado especial do "Jogo Sagrado", afirmou que aceitou uma proposta de uma equipe de fora do país e aguarda por um retorno para assumir o time.

Sem revelar qual seria essa equipe, o treinador que falou com "exclusividade" ao Jogo Sagrado disse apenas esperar por um "ok" do clube para finalizar as negociações, onde segundo Dorival não aceitou o convite do Vasco e Atlético-MG por já ter compromisso assinado com outra equipe.

Dorival Júnior - treinador de futebol.
Dorival Junior - treinador de futebol.

"O contrato não está finalizado. Foi dado um aceite meu. Mandaram a documentação, papel timbrado. Mas o momento final é do clube. Eu estou na dependência desse mesmo", declarou ele.

Vale lembrar que nesta última segunda-feira, o comentarista Fabio Sormani - do Canal Fox Sports, trouxe a informação de que a oferta recebida por Dorival Junior seria de um time do Oriente Médio, não confirmado pelo treinador nesta entrevista acima citada, onde ainda na mesma, o comandante técnico que não aceitou os convites de Vasco e Atlético-MG, conforme já relatado, diz não ter nada contra os dois clubes, que foi apenas questão de escolha.

"Não tenho nada contra as duas equipes, de coração, até porque não tenho motivos para mentir. Em relação a dívidas que já foi comentado, nunca foi problema. Até porque já voltei para outros clubes com dívidas, como no Flamengo. Nunca foi problema salarial, de dívida. Nunca foi e nunca será. O que eu tenho no momento é um compromisso com outro clube de fora do país. Conheci a estrutura. Não posso falar. Tenho acerto assinado. O aceite foi meu. Está indo para o clube, até retornar, não está oficializado. O contrato não está finalizado. Eu aceitei. Mandaram a documentação com papel timbrado. Mas o momento final é do clube e eu estou no aguardo", finalizou o treinador.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal