Que o futebol brasileiro sofre com a troca rápida de treinadores, todos já sabem. A sequência, mesmo que curta de maus resultados derruba qualquer comandante na casamata dos maiores clubes brasileiros. Pensando nisso, a CBF alterou as regras para a nova edição do campeonato brasileiro deste ano e admitirá apenas uma troca de técnico no decorrer da competição.

Assim, separamos aqui a vasta lista de técnicos brasileiros que estão atualmente sem clube; alguns deles renomados e campeões por onde passaram, como Renato Portaluppi, Vanderlei Luxemburgo, Abel Braga e Felipão, entre os principais nomes.

Confira a lista abaixo de treinadores sem clube

1. Renato Portaluppi: O comandante técnico aqui em questão fora demitido do Grêmio na última semana, após a eliminação do time na "Pré-Libertadores"; clube pelo qual comandava desde 2016 e desde então enfileirou importantes títulos, bem como: Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017) e Recopa Sul-Americana (2018).

2. Vanderlei Luxemburgo: O renomado treinador chegou ao Vasco da Gama em janeiro deste ano, com a séria missão de livrar o cruzmaltino do rebaixamento a Série B, no entanto, não conseguiu e assim deixou o clube em fevereiro deste ano, ficando livre no mercado.

3. Abel Braga: O atual técnico vice-campeão brasileiro está livre no mercado, após excelente trabalho no comando técnico do Inter, onde brigou até a última rodada pelo título brasileiro de 2020, deixando a equipe classificada a Libertadores 2021; o mesmo está livre no mercado desde o término da temporada 2020.

4. Luiz Felipe Scolari: Felipão está desempregado desde que pediu para deixar o comando técnico do Cruzeiro, em janeiro deste ano. O comandante técnico campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002 comandou o time mineiro em questão por 20 jogos na Série B, na temporada passada.

5. Jair Ventura: O jovem treinador, que conta com passagem pelo Santos, Corinthians, Botafogo e outros clubes, fora demitido do Sport neste mês de abril, ficando livre para um novo desafio em sua carreira.

6. Antônio Carlo Zago: Já com uma carreira consolidada como treinador, visto as passagens por Internacional, Palmeiras e outros, esse está livre no mercado desde o anúncio de sua saída do Kashima Antlers - do Japão, neste mês.

7. Tiago Nunes: O ex-comandante técnico do Corinthians e Athletico está livre no mercado desde o dia 11 de setembro de 2020, após derrota do "Timão" diante do Palmeiras e assim segue até o fechamento desta matéria.

8. Dorival Jr.: O veterano treinador está livre no mercado desde agosto de 2020, quando fora demitido do Athletico, após uma série de resultado negativo; recentemente, Dorival Júnior passou por um sério problema de saúde, estando ele agora apto a voltar às atividades.

9. Dunga: O ex-treinador da Seleção Brasileira e Inter segue no mercado e em busca de um time para comandar; o mesmo está sem exercer sua função desde 2016, quando fora demitido após fraca campanha da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

10. Fernando Diniz: O ex-comandante técnico do São Paulo fora demitido deste em fevereiro de 2021 e está sem clube desde então. Diniz comandou o Tricolor Paulista em 75 jogos, onde obteve um aproveitamento de 54,6%.

Além destes dez que destacamos, existem outros tantos e que chegam a estarem esquecidos, bem como: Marcelo Oliveira, Geninho, Ney Franco, Adilson Batista, Cristóvão Borges, Oswaldo de Oliveira, Falcão, Zé Ricardo, Ricardo Gomes, Carpegiani, Celso Roth e Joel Santana.