Ao derrotar o croata Marin Cilic e conquistar o 6º título do Aberto da Austrália - por 3 sets a 2 (parciais de 6/2, 6/7(5), 6/3, 3/6 e 6/1), Roger Federer escreveu mais uma linha na rica história do Tênis mundial. E tudo isso com a assinatura de um dos melhores jogadores da história. Acontece que ao faturar mais um título do Grand Slam - como são chamados os quatro mais importantes torneios de tênis do mundo: Australian Open (Melbourne, Austrália), Roland-Garros (Paris, França), Wimbledon (Londres, Inglaterra) e US Open (Nova York, Estados Unidos) - Federer se tornou o primeiro atleta a somar 20 títulos de Grand Slam. 

Aos 36 anos, Roger Federer já conquistou um título de Roland Garros, 8 de Wimbledon, seis Abertos da Austrália e cinco US Open. Apesar da marca, desde 2010 o suíço não volta ao topo do ranking dos tenistas - mas vale lembrar que o Rofer é o atleta que passou mais tempo sendo o nº1 do mundo (cerca de quatro anos consecutivos. 

É um monstro! 

Confira os lances da final do Aberto da Austrália: