Furacão suporta a pressão na Colômbia e sai satisfeito com o empate na ida

Atlético-PR x Junior Barranquilla voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 12 de dezembro, às 21h45, na Arena da Baixada

Por
Compartilhe

No primeiro confronto da decisão da Copa Sul-Americana entre Junior Barranquilla x Atlético-PR, um empate em 1 a 1, na Colômbia – resultado esse considerado satisfatório pelo pessoal do Furacão, que agora decide a “taça” em seus domínios, na próxima quarta-feira, dia 12 de dezembro, às 21h45, na Arena da Baixada.

Com a pressão do time da casa, mais da torcida, o time brasileiro aguentou firme e consegui levar para o Brasil um placar considerado favorável pelos jogadores e comissão técnica – o Junior Barranquilla perdeu um pênalti na segunda etapa – a bola explodiu no travessão.

O primeiro duelo da final da Sul-Americana foi um jogo de ataque contra a defesa - jogadores do Atlético-PR dizem que o time está com sorte de campeão.final da Sul-Americana foi um jogo de ataque contra a defesa - jogadores do Atlético-PR dizem que o time está com sorte de campeão." src="https://www.minhatorcida.com.br/imagens/post/2733/whatsapp-image-2018-12-05-at-22.58.15.jpeg" alt="O primeiro duelo da final da Sul-Americana foi um jogo de ataque contra a defesa - jogadores do Atlético-PR dizem que o time está com sorte de campeão." />O primeiro duelo da final da Sul-Americana foi um jogo de ataque contra a defesa - jogadores do Atlético-PR dizem que o time está com sorte de campeão.

Na zona mista do estádio colombiano, o atacante Marcelo Cirino declarou que o Atlético-PR está com sorte de campeão, pelas circunstâncias do confronto.

“Cara, é sorte de campeão, ainda mais pela partida. O empate aqui dentro foi muito bom. Se você for ver, nós não conseguimos nos impor, defendemos o tempo todo. Teve o pênalti, teve algumas defesas do Santos, sim. Então, o resultado está muito bom”, declarou ele.

Assim como declarou Cirino, o “Furacão” por poucas vezes penetrou no campo de defesa do adversário e praticamente não incomodou o time colombiano, no primeiro tempo. Já na segunda etapa, o time brasileiro foi um pouco mais para cima e com isso tomou o gol do Junior Barranquilla, aos três minutos, com Yony González. O gol serviu como uma espécie de “estopim” para a torcida da casa, que começou a empurrar ainda mais a sua equipe. O Junior Barranquilla terminou a partida com 11 finalizações, contra 4 do time brasileiro, que teve seu gol marcado por Pablo.

Outro que acredita que o empate na Colômbia foi favorável para o Atlético-PR, foi Nikão, que declarou na “zona mista” que a sua equipe precisa fazer um grande jogo na Arena.

“Está tudo encaminhado por este lado, né? Acho que, com bastante humildade, com pés no chão, a equipe está no caminho certo. Sabemos da nossa força dentro da Baixada. Nós sabemos que é preciso fazer um grande jogo para sairmos campeões”, finalizou.

Atlético-PR x Junior Barranquilla voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 12 de dezembro, às 21h45, na Arena da Baixada – um novo empate leva a decisão para a prorrogação; persistindo o empate, pênaltis. O time que conseguir vencer no tempo normal, sairá com a taça.

Comentários