Junior Barranquilla e Atlético-PR começam a decidir a Copa Sul-Americana 2018

A grande final será na próxima quarta-feira, dia 12, em Curitiba.

Por
Compartilhe

O Atlético-PR que encerrou o Brasileirão na sétima colocação, a dois pontos de alcançar o G6 e consequentemente estar classificado para a Libertadores (fase pré eliminatória), poderá nesta quarta-feira ter uma nova chance de estar na maior competição futebolística da América do Sul em 2019, onde diante do Junior Barranquilla logo mais a noite, abre a decisão da Copa Sul-Americana 2018, às 22h45 (horário de Brasília), na Colômbia.

Copa Sul-Americana - 2018.Copa Sul-Americana - 2018.

O vencedor da Copa Sul-Americana terá passagem direta a fase de grupos da Libertadores e também a Copa Suruga, no próximo ano.

O “Furacão” chegou a essa final após ter eliminado o Fluminense nas semifinais – antes disso, passou por Newell’s Old Boys, Peñarol, Caracas e Bahia. Já o seu adversário nesta quarta-feira, na primeira partida que definirá o grande “campeão” da competição, encarou times como Lanús, Colón, Defensa Y Justicia e o Santa Fe.

No torneio, o time colombiano soma até aqui cinco vitórias, um empate e duas derrotas. O Atlético-PR tem um melhor aproveitamento, com oito vitórias e duas derrotas.

Para a primeira partida da grande decisão da Copa Sul-Americana, em Barranquilla, no estádio Metropolitano, na Colômbia, a escalação dos dois times deverão ser as seguintes:

Estádio Metropolitano - Barranquilla - Colômbia.Estádio Metropolitano - Barranquilla - Colômbia.

Junior Barranquilla – técnico: Julio Comesaña;

Sebastián Viera; Marlon Piedrahita, Jefferson Gómez, Rafael Pérez e Germán Gutiérrez; Luiz Narváez, James Sánchez, Víctor Cantillo e Jarlan Barrera; Luis Díaz e Yony González.

Atlético-PR – técnico: Tiago Nunes;

Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Lucho González, Bruno Guimarães e Raphael Veiga; Marcelo, Nikão e Pablo.

Arbitragem:

Apita: Diego Haro – PER

Auxiliares: Jonny Bossio e Victor Raez – ambos do Perú.

VAR: Gery Vargas – BOL.

Comentários