Fora da disputa pelo titulo nacional e a uma rodada do final da temporada 2020/2021, o Barcelona já se prepara para um novo recomeço; conforme palavras do próprio presidente do clube catalão.

De acordo com Juan Laporta, nesta temporada se finaliza um ciclo, onde a partir de então a equipe passará por um novo processo de renovação.

"Terminou um ciclo, estamos entrando em um processo de renovação", disse ele em um evento da Cataluña.

Após o mesmo, o presidente do Barcelona foi cercado por jornalistas que o aguardavam na porta da comemoração e com a ajuda de um assessor, atendeu a esses.

Laporta ao ser questionado sobre os planos do clube para a temporada 2021/2022 prometeu uma análise do time diante dos resultados alcançados e frisou que a Copa do Rei foi uma das alegrias neste ano. No entanto, lamentou a eliminação precoce na Champions League e também a oportunidade perdida de brigar pela LaLiga.

"A Champions e a Liga foram incompreensíveis no meu ponto de vista. A partir da próxima semana, vocês verão uma série de decisões que precisam ser tomadas. Precisamos trabalhar duro para ter uma equipe competitiva e vencer a Champions e a Liga. Quando falo de fim de ciclo, é porque acredito que é o que é preciso fazer", declarou o mandatário.

Ainda nesta, Laporta fora questionado sobre a permanência ou não de Messi no elenco do Barcelona, onde ele respondeu que gostaria de renovar com o seu "camisa 10", e que voltará a conversar com o mesmo na próxima semana; um ano após ele desistir de ir embora.

Saídas e intransferíveis

Além de Lionel Messi, há mais sete jogadores tratados como intransferíveis, sendo eles: Ter Stegen, Araujo, Mingueza, De Jong, Pedri, Ilaix Moriba e Ansu Fati. Já nomes históricos como Pique, Busques e Alba, poderão deixar o clube na próxima abertura do "mercado da bola", assim como Philippe Coutinho, Griezmann e Dembélé.