Sem vencer a quatro jogos, Tite começa a balançar na Seleção Brasileira

Depois de dois empates frustrantes diante de Senegal e Nigéria, em Cingapura - somados a derrota contra o Peru e o empate diante da Colômbia, Tite terá uma última chance contra a Argentina, no mês de novembro para melhorar a sua situação na seleção.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Tite começa a ter sua situação na Seleção Brasileira revista - não pelos diretores da Confederação Brasileira de Futebol, mas sim pelos torcedores da "amarelinha" e logo, logo, sim poderá ter sua atual situação dentro da CBF - que hoje é cômoda, revista pelo presidente da entidade; tudo isso pelos últimos resultados obtidos pela seleção brasileira, que nos dois últimos amistosos em Cingapura, não foi capaz de derrotas duas seleções africanas.

Na última semana, o Brasil empatou em 1 a 1 com Senegal; tendo os africanos um ligeiro melhor rendimento em campo e já neste último domingo, novamente um empate em 1 a 1, agora contra a Nigéria - dois empates que só aumentam as críticas em relação ao trabalho de nosso treinador a frente da Seleção Brasileira.

Tite em partida diante do Senegal - um treinador que parecia desorientado.Tite em partida diante do Senegal - um treinador que parecia desorientado.

Como já declaramos; por hora a situação interna do treinador ainda não se encontra ameaçada, porém, a mesma está gerando um mal-estar, tanto que ao chegar ao Rio de Janeiro o treinador terá uma reunião com o coordenador da Seleção - Juninho Paulista, onde o profissional será cobrado pelos últimos resultados. Lembrando que a seleção brasileira antes de enfrentar os africanos, havia sido derrotada para o Peru e empatou com a Colômbia, nos amistosos do último mês, o que totalizam quatros jogos sem vitórias desde a conquista da Copa América, em julho.

Pesa contra o treinador da Seleção Brasileira a falta de ousadia tanto em suas escalações, quanto em suas substituições durante as partidas.

A próxima chance de Tite mudar esse cenário contrario a si próprio, será em novembro, quando irá encarar a Argentina, na Arábia Saudita e se não conseguir uma vitória diante do "hermanos", o treinador em questão começará quem sabe a ter que procurar novos rumos em sua carreira a partir do final do ano.

Mais sobre: brasil tite selecao
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal