Neymar comenta sobre ter privilégios na seleção: "Normal no futebol"

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o camisa 10 da seleção admitiu que recebe tratamento especial por parte da comissão técnica de Tite.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Prestes a atingir a marca de 100 jogos com a camisa da seleção brasileira, o atacante Neymar concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, no hotel onde a delegação está hospedada, em Cingapura. Antes da entrevista, o craque recebeu uma camisa comemorativa e uma placa de agradecimento por parte da entidade.

Entretanto, este foi o ponto menos repercutido da entrevista. Dentre os 20 minutos entre perguntas e respostas, um assunto tomou conta das declarações: o tratamento diferente recebido pelo camisa 10 por parte da comissão técnica da seleção brasileira. Ele agradeceu o carinho de Bebeto, que desejou sorte e muitos anos de carreira na Seleção a Neymar, e até, de certa maneira, a proteção de Tite. Pois foi questionado sobre tratamento no escrete canarinho, parte do tema da coletiva do treinador mais cedo. O craque citou Messi e considerou normal ter alguns tipos de privilégios na seleção brasileira.

"Estou na Seleção há 10 anos. Sempre fui um dos principais nomes e um dos que carregava tudo nas costas. Nunca fugi disso. Sempre desempenhei meu papel muito bem na Seleção. Quando um atleta atinge um nível desse, é normal ter um tratamento diferente. No Barcelona, o Messi tem um tratamento diferente. É por que ele é mais bonito? Não. É por tudo que ele faz. Não digo só de mim, mas de todo mundo que mostra um futebol nesse nível. É normal no futebol, faz parte."

Neymar comentou sobre sua rotina na seleção brasileira. (Foto:Raphael Zarko)
Neymar comentou sobre sua rotina na seleção brasileira. (Foto:Raphael Zarko)

Neymar também disse que está feliz no PSG depois uma longa novela na última janela de transferências envolvendo um possível retorno ao Barcelona.

- Estou feliz na Seleção e estou feliz no clube também. Todo mundo sabe do que aconteceu no mercado de verão e da vontade que eu tinha de sair. Hoje me sinto feliz e à vontade no clube também. Não é só na Seleção que estou feliz. A temporada começou muito boa para mim. Defenderei meu clube com unhas e dentes. Darei 100% para que conquistemos coisas grandes. Estando bem no clube chegarei na Seleção - afirmou Neymar, que marcou quatro gols em cinco jogos pelo PSG na atual temporada.

Mais sobre: brasil neymar amistosos
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal