Com a conquista da Copa América, Tite promete acelerar a renovação da Seleção Brasileira

O Brasil começará a disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 somente em março de 2020, até lá, serão somente jogos que poderão servir de testes; começando em setembro, diante dos EUA e Colômbia.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Após a conquista da Copa América diante do Peru, no último domingo, Tite – treinador da seleção brasileira, que ganhou um novo fôlego para continuar o seu trabalho a frente desta, promete acelerar a renovação da mesma em suas próximas convocações. Sem jogos oficiais até o final de 2019, Tite terá pela frente seis amistosos até o final do ano (entre os meses de setembro a dezembro) e com isso poderá usar esses jogos para buscar alternativas para velhos conhecidos de nossa seleção.

O Brasil começará a disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 somente em março de 2020, até lá, serão somente jogos que poderão servir de testes; começando em setembro, diante dos Estados Unidos e Colômbia, onde essas mesmas poderão servir para o treinador da seleção brasileira lançar novos nomes e consolidar jogadores mais jovens que tiveram um bom desempenho na Copa América – como é o caso do atacante Everton.

Seleção Brasileira atual.Seleção Brasileira atual.

É praticamente isso que Tite declarou em sua última coletiva, após a conquista do título da Copa América, no último domingo, no Maracanã:

“Vamos construir uma nova equipe, começar novamente, com novos atletas que irão surgir, novas promessas irão acontecer. Para nós, o trabalho de selecionar é complicado. Quem diria que o Everton ia ser titular e ser o melhor em campo na final?” comentou.

Na disputa da Copa América, a nossa seleção já iniciou uma prévia do que poderá vir pela frente, com uma pequena reformulação do meio para frente, com Richarlison e David Neres – além de Everton. Dentre esses, apenas o atacante gremista é quem deu a melhor resposta a comissão técnica; assim sendo, nomes como Vinicius Junior e Pedro, deverão em breve ter suas chances com a amarelinha.

Porém, os setores quem deverão passar por uma maior reformulação serão os de defesa e o de meio campo – justamente o de criação. Tite sofreu com isso na Rússia e também na Copa América, onde é visível que falta um jogador para dar ritmo ao meio campo. Philippe Coutinho é o atual jogador para essa função e mesmo bem visto pelo treinador, oscila muito na seleção brasileira. Arthur que seria mais de contenção é o homem que vem fazendo mais essa função, mas o jogador do Barcelona, no entanto, Coutinho deverá continuar a ser chamados nas próximas convocações.

Além deste, que também deverá ganhar chances daqui para frente é o volante Allan, que quando entrou em campo, deu a resposta.

Veremos as modificações que Tite pretende fazer com a seleção brasileira a partir de setembro, com a primeira convocação pós-Copa América ocorrendo já no próximo mês para os amistosos diante do EUA e Colômbia.

 

Mais sobre: tite selecao renovacao
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal