Miranda sonha em disputar a Copa do Mundo em 2022, no Catar

Aos 34 anos, o zagueiro da Inter de Milão acredita que poderá chegar em 2022 em alto nível e com isso ser lembrado por Tite para disputar a próxima Copa do Mundo.

Por
Compartilhe

Convocado pelo treinador da Seleção Brasileira – Tite, para os amistosos de outubro diante da Arábia Saudita e Argentina, Miranda sem sombras de dúvidas é o atleta mais velho da seleção hoje em atividade, mas não pense você que ele não pensa em estar na próxima Copa do Mundo, em 2022, no Catar.

Miranda quer disputar a Copa do Mundo, do Catar, em 2022.Miranda quer disputar a Copa do Mundo, do Catar, em 2022.

É isso mesmo, hoje com 34 anos, Miranda acredita que poderá chegar em alto nível na próxima edição da Copa do Mundo, quando terá 38 anos.

“Trabalho duro, com nutricionista, fisiologista; hoje um atleta pode chegar em alto nível aos 38, 39 anos, pela evolução do futebol em todos os aspectos. Esse é meu maior objetivo, jogar em alto nível enquanto estiver com condições. Vejo como importante a chegada de novos jogadores, porém essa mescla de alguns remanescentes serve como aprendizado. Então acredito que tento em vista todos esses argumentos, no final o Tite irá decidir e esperamos que seja por quem estiver melhor, independentemente da idade”, declarou o zagueiro da Inter de Milão.

O zagueiro também elogiou o seu companheiro de zaga; Marquinhos, com quem deverá atuar na próxima terça-feira, diante da Argentina, em Jidá.

“O Marquinhos é muito talentoso, apesar de ser jovem. Ele atua em um grande clube, com grandes competições e jogos importantes; é muito experiente. Nossa dupla dá certa porque conversamos bastante e nos entendemos em campo, ele lidera a defesa também, apesar da juventude, nosso entrosamento é muito bom e espero que continue desta maneira”, encerrou o zagueiro veterano da Seleção Brasileira.

Lembrando que Brasil e Argentina se encaram nesta próxima terça-feira, em Jidá, na Arábia Saudita, em partida amistosa do calendário FIFA.

Mais sobre: miranda selecao brasil
Comentários