Minha Torcida Logo

Brasil goleia El Salvador e Tite minimiza a partida diante de um adversário tão fraco

Para explicar o duelo diante de El Salvador, o técnico da seleção brasileira deu exemplo do que Mourinho comentou certa vez sobre as equipes sul-americanas.

Por
Compartilhe

Depois de golear a fraquíssima seleção de El Salvador, o treinador da Seleção Brasileira minimiza o nível do adversário e comemora a retomada do bom futebol do Brasil.

Jogando em Washington, nesta última terça-feira, o Brasil em partida amistosa diante de El Salvador apresentou ao torcedor brasileiro o “futuro” para a Copa do Mundo de 2022, na goleada de 5 a 0. Com diversas mudanças na seleção, o Brasil dominou todo o confronto – do início ao fim, não dando chances para o frágil adversário.

E logo de cara, em sua estreia com a camisa amarela e verde, o atacante Richarlison marcou dois gols, além de ter sofrido um pênalti, que acabou sendo convertido por Neymar logo no início da partida – aos dois minutos de jogo.

Tite e Sylvinho participaram da coletiva da Seleção Brasileira. Foto: Edgard Maciel de Sá.Tite e Sylvinho participaram da coletiva da Seleção Brasileira. Foto: Edgard Maciel de Sá.

Com a boa estreia do jovem atacante do Everton, a comissão técnica brasileira foi só elogios para ele:

“Acompanhamos o Richarlison ante da Copa. Ele foi muito bem no Watford, da Inglaterra, visto que é muito complicado iniciar bem na liga local. E agora jogando pelo Everton, iniciou novamente bem. Temos outras boas opções pelo lado, mas surgiu a chance na situação do Pedro (cortado dias antes dos confrontos nos EUA por lesão). Richarlison agrada por seu perfil e por saber fazer gols”, declarou Sylvinho, que participou da coletiva pós-jogo.

Já Tite foi sucinto ao falar do atacante do Everton:

“Richarlison não olha para os lados, olha para o gol. Tem infiltração”, completou o comandante técnico do Brasil.

Em relação ao nível do adversário desta última terça-feira, Tite declarou que não tem como escolher:

“Nós não temos a oportunidade de escolher europeus, é uma informação. As outras estamos procurando, iremos enfrentar a Argentina. Não to mais na idade de desconstruir críticas. Os Estados Unidos empataram com a França antes da Copa. São dois estágios nessa situação. De uma equipe com bola, o que ela busca, e no nível do adversário. Mas ai tu faz o seu papel, pressiona o adversário. Esse estágio com a posse de bola é fundamental”, declarou Tite.

Para finalizar, o comandante técnico do Brasil descreveu o que José Mourinho (técnico do Manchester United) comentou certa vez sobre os times sul-americanos:

“Mourinho certa vez falou: “Dura é a eliminatória sul-americana”. Na europeia pega várias seleções de nível inferior. Estão ai as pessoas para avaliarem. Olhem o desempenho e tirem suas conclusões dentro da disponibilidade”, finalizou.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais