Miranda será o capitão brasileiro diante da Bélgica

Atrás de Miranda, Daniel Alves é o jogador que mais vezes assumiu a braçadeira – Dani foi capitão do Brasil em quatro oportunidades, na “ERA” Tite.

Por
Compartilhe

Com a ideia de não fixar um único “capitão” para a Seleção Brasileira, o técnico Tite definiu nesta quinta-feira o nome do jogador que irá carregar a braçadeira no próximo confronto do Brasil diante da Bélgica, pelas quartas de final, da Copa do Mundo.

Miranda será o nome da vez a ter a responsabilidade de comandar a seleção dentro de campo e olha que essa não será a primeira vez do zagueiro, não. Na “ERA” Tite, Miranda já assumiu a função de capitão em outras quarto oportunidades (Equador, Uruguai, Áustria e Sérvia), sendo o jogador que mais vezes carregou a faixa no braço sob o comando do treinador.

Miranda assume a braçadeira de capitão pela segunda vez na Copa.Miranda assume a braçadeira de capitão pela segunda vez na Copa.

 

Só no Mundial da Rússia, Miranda será o capitão da seleção brasileira pela segunda vez – o zagueiro assumiu a função diante da Sérvia, na vitória por 2 a 0, no terceiro jogo da fase de grupos. Atrás de Miranda, Daniel Alves – que está fora do elenco que disputa o Mundial, é o jogador que mais vezes assumiu a braçadeira – Dani, como é carinhosamente chamado pelos companheiros de seleção, foi capitão do Brasil em quatro oportunidades, na “ERA” Tite.

Vale lembrar que Tite havia deixado bem claro antes mesmo da Copa do Mundo iniciar, que manteria o rodízio de capitães no torneio, mas nesse caso, somente entre os jogadores mais experientes. No Mundial da Rússia em quatro jogos até aqui disputados, somente ele (Miranda), Marcelo e Thiago Silva assumiram a função.

Dentro de mais ou menos 1 hora, ou seja, as 9h45 (de Brasília), Tite e Miranda deverão conceder uma coletiva na Arena Kazan – local da partida contra a seleção belga. As 11h30 (de Brasília), Tite levará seus comandados a campo para a realização do último coletivo antes da grande decisão das quartas de final. O treino será no antigo estádio do Rubin Kazan.

Mais sobre: brasil miranda capitao
Comentários