Era para ser sigilosa, mas a lista com os doze nomes que a Confederação Brasileira de Futebol - CBF queria guardar a "sete chaves" vazou nesta última sexta-feira. Entre os nomes indicados pela comissão técnica da Seleção Brasileira, três jamais tiveram chances na seleção principal.

A lista complementar aos 23 convocados por Tite para a Copa do Mundo, da Rússia, foi finalmente revelada em sua integra nesta última sexta-feira, com alguns nomes já conhecidos e revelados a imprensa ou pelo próprio treinador anteriormente. Vale ressaltar que dessa lista "misteriosa" todos eles poderão continuar treinando e jogando normalmente por suas equipes.

Entre esses doze jogadores pré-selecionados, três deles jamais tiveram uma chance se quer com o treinador Tite - como já declaramos acima; são eles: o meia Lucas Paquetá - Flamengo, o zagueiro Dedé - Cruzeiro e o meia Maicon - Grêmio.

A lista que foi revelada pelo site UOL e posteriormente confirmada pelo site "Lance!" conta com pelo menos mais cinco jogadores que atuam no futebol brasileiro, ou seja, que atuam no Brasil - claro, mas que dificilmente deverão ser chamados por Tite em caso de uma necessidade emergencial. Vamos a eles: o zagueiro Rodrigo Caio - São Paulo, o volante Arthur - Grêmio, o atacante Luan - Grêmio, o meia Rodriguinho - Corinthians e o atacante Dudu - Palmeiras.

Os outros quatro atletas que completam a até então "misteriosa" lista dos 12 jogadores pré-selecionados pela comissão técnica da Seleção Brasileira, vem de fora do país e são os seguintes: o goleiro Neto - Valência, o lateral-direito Rafinha - Bayern de Munique, o lateral-esquerdo Alex Sandro - Juventus e o meia Giuliano - Fenerbahçe.