Seleção Feminina de Futebol está fora das Olimpíadas de Tóquio. As meninas do Brasil perderam para o Canadá nos pênaltis, na manhã desta sexta-feira (30), em partida válida pelas quartas de final dos jogos em destaque.

Depois de empatar em 0 a 0 no tempo normal e também na prorrogação, a decisão fora para os pênaltis, onde a nossa seleção até que começou bem, com a goleira Bárbara defendendo a cobrança da craque canadense - Sinclair.

Porém, as duas últimas cobranças da seleção brasileira foram desperdiçadas e assim o Brasil encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Canadá algoz da Seleção Brasileira

Vale lembra que nos Jogos Olímpicos, em 2016, que foram disputados aqui mesmo no Brasil, a mesma seleção do Canadá já havia eliminado a seleção feminina brasileira ao vencer essa por 2 a 1, na disputa pela medalha de bronze daquele ano. Na ocasião, a Alemanha levou o ouro e a Suécia ficaria com a prata.

Reunião de craque entre Brasil x Canadá

Com uma vaga as semifinais em jogo, a partida entre Brasil e Canadá também foi um encontro de craques ou pelo menos reuniu três das maiores artilheiras em Olimpíadas: Marta - com 13 gols, Sinclar - com 12 e ela, a maior de todas, Cristiane, com 14 gols anotados em uma única edição olímpica; pelo menos até aqui, claro.

Resumo das cobranças de pênaltis

Como já declaramos acima, a primeira cobrança foi da craque canadense - Sinclar, que viu a goleira Bárbara defender. Marta cobrou na sequência e acertou; com as cinco cobranças em sequência sendo convertidas - três do Canadá e duas do Brasil.

Na quarta cobrança do Brasil, Andressa Alves viu seu chute ser defendido, deixando o placar em igualdade. Na última cobrança canadense, a bola entrou, enquanto Rafaelle parou na goleira do Canadá. Vitória canadense por 4 a 3 e classificação as semifinais dos Jogos Olímpicos de Tóquio.