São Paulo fecha os oito primeiros meses de 2019 no vermelho, diz site

De janeiro a agosto, o “Tricolor Paulista” viu sua dívida anual aumentar em R$ 77 milhões neste período, com uma conta a pagar atualmente de R$ 434 milhões.

Por Minha Torcida
Compartilhe

As contas do São Paulo nos oito primeiros meses de 2019 fecharam no vermelho, diz levantamento realizado pelo próprio clube. De janeiro a agosto, o "Tricolor Paulista" viu sua dívida anual aumentar em R$ 77 milhões neste período, com uma conta a pagar atualmente de R$ 434 milhões - R$ 100 milhões a mais que no período registrado em dezembro do ano passado.

Prevendo uma receita de R$ 121,4 milhões em venda de jogadores neste ano, o clube só conseguiu R$ 71 milhões até agora, ou seja, um déficit de R$ 50,4 milhões.

Leco e Raí - dirigentes são-paulinos.
Leco e Raí - dirigentes são-paulinos.

Em um relatório conseguido pelo site "globoesporte.com", o clube admite que exista a necessidade de vender mais jogadores para obter a meta orçamentária até o final deste ano.

"...o planejamento é readequar o elenco de atletas no sentido de reduzir custos e prover receitas suficientes, substancialmente com a negociação de direitos federativos de atletas profissionais e com melhor desempenho esportivo da equipe de futebol, para manter o custeio mensal do futebol profissional e reduzir o endividamento geral do clube, objetivando os patamares previstos na proposta orçamentária aprovada pelo Conselho Deliberativo".

A eliminações precoces da Libertadores e da Copa do Brasil fizeram com que o clube perdesse cotas de televisão e também de bilheteria - além da venda de ativos em dias de jogos.

Por outro lado, mesmo tendo gastado em reforços no meio da temporada, o São Paulo conseguiu manter o gasto dos salários dentro do orçado, porém, houve sim atraso nos vencimentos, uma vez que alguns jogadores recebem o direito de imagem separado do salário - ocorrendo com isso atrasos de até três meses em algumas ocasiões.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal