Diego Aguirre não é mais o treinador do São Paulo

Treinador uruguaio foi demitido após reunião com a direção do Tricolor Paulista neste último domingo.

Por
Compartilhe

Depois de mais um “tropeço” no Campeonato Brasileiro, onde o São Paulo apenas empatou com o Corinthians, neste último final de semana, fizeram com que a direção Tricolor Paulista tomasse medidas radicais nestas últimas rodada que restam para o final do Brasileirão e uma destas foi à demissão de Diego Aguirre do comando técnico do clube.

Diego Aguirre não aguentou os últimos resultados ruins do Sâo Paulo, sendo demitido nesta final de semana.Diego Aguirre não aguentou os últimos resultados ruins do Sâo Paulo, sendo demitido nesta final de semana.

O anúncio da saída de Diego Aguirre foi dado neste último domingo, um dia após o empate no clássico contra o “Timão”. Em reunião com a presença de Raí (executivo de futebol), Alexandre Pássaro (gerente de futebol) e o próprio treinador, ficou decidido então pelo fim de contrato com Aguirre.

De acordo com a nota oficia do clube paulista, a decisão pela saída foi tomada em conjunto e aconteceu a partir da definição entre as partes de que o contrato com o treinador uruguaio não seria renovado ao término da temporada.

Com a saída de Diego Aguirre, André Jardine (auxiliar técnico do clube) é quem irá comandar a equipe paulista nestas cinco últimas rodada do Campeonato Brasileiro. Jardine é a primeira opção para comandar o São Paulo na próxima temporada, uma vez que o clube vem investindo forte em sua formação técnica – o treinador em questão é multicampeão nas categorias de base. Outro nome que surgiu durante o final de semana como opção para comandar o São Paulo em 2019, foi o de Rogério Ceni – técnico do Fortaleza e ex-ídolo do Tricolor Paulista.

Após a reunião que determinou a queda de Aguirre do comando técnico do São Paulo, Raí se pronunciou oficialmente e declarou o seguinte:

“Nós não avaliamos o Aguirre por um jogo apenas, mas sim por um todo, desde a sua chegada até aqui. Nós pensamos muito nessa decisão”, declarou.

Sob o comando técnico do São Paulo nesta sua volta ao clube, Aguirre esteve à frente da equipe em 57 jogos, sendo que destes, ele obteve 29 vitórias, 13 empates e 15 derrotas – um aproveitamento de 58,5%.

O São Paulo volta a campo no meio de semana, onde encara um adversário direto na classificação a Libertadores – dentro do G-4, falo do Grêmio, que na última rodada tomou do Tricolor Paulista a quarta colocação na tabela de classificação, com os mesmos 58 pontos. São Paulo e Grêmio se encaram na próxima quinta-feira, no Morumbi, em partida válida pela 34ª rodada do Brasileirão-2018.

 

Comentários