Com alguns reforços já praticamente encaminhado, como os casos do volante - Gabriel Neves e o meia - Benítez, o São Paulo ainda vai em busca de um centroavante, porém, tem esbarrado na falta de opções no mercado e também com relação a seus valores, visto que o clube não tem muito para gastar com reforços neste momento.

Busca por um "9"

De acordo com a direção são-paulina, a busca por um camisa 9 está escassa no mercado e a ideia é encontrar um jogador que possa atuar como substituto de Pablo ou Luciano. A cúpula do Tricolor estuda vários nomes, mas não irá cometer loucuras ou sacrificar o orçamento anual por uma única peça.

Com uma dívida de aproximadamente R$ 600 milhões, o São Paulo que poderá ainda ver essa situação ser agravada com a ausência de patrocinadores, não irá sacrificar parte das finanças em busca de apenas um único atleta para esse setor.

Já estiveram na mira do São Paulo jogadores como Borré - River Plate e Duvan Vergara - do América de Cali, no entanto, com baixo orçamento para contratações de reforços, os mesmos ficaram distantes do Morumbi.

Jogadores em ascensão

A direção neste momento delicado financeiramente quer apostar em jogadores em ascensão, com preço mais acessível à realidade do Tricolor Paulista e que possa no futuro dar ganhos esportivos e financeiros ao clube.

O São Paulo para esse início de temporada 2021 orçou R$ 37 milhões em contratações, considerando não ter margem para erros, aonde até o momento três jogadores já chegaram: Bruno Rodrigues, Miranda e Orejuela.