A contratação do atacante Robinho por parte do Santos continua a gerar polêmica dentro da Vila Belmiro e arredores. Sim, a confirmação do retorno do antigo ídolo do "Peixe" levou uma empresa a romper seu contrato de patrocínio com o clube em questão.

Por acusações de estupro na Itália, motivo pelo qual pode vir a ser preso se condenado for, fez com que a Orthopride - franquia da área de ortodontia estética, que tinha contrato com o Santos até fevereiro de 2021, rompeu seu vínculo com o clube nesta última quarta-feira.

Segundo Richard Adam - diretor de operações da empresa, esse explicou o motivo deste rompimento com o Santos em uma entrevista por telefone ao site "GE":

"Nós temos um enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação de Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no final de semana".

Lembre o caso Robinho

Robinho - que é um dos grandes nomes da história do "Peixe" e que fora recentemente contrato pelo clube, onde assinou um vínculo por cinco meses; em novembro de 2017 foi condenado pela Corte de Milão - na Itália, a nove anos de prisão pelo crime de estupro de uma mulher, junto com outros cinco homens.

Obviamente que essa decisão ainda está em tramitação - pois trata-se de uma decisão em primeira instância, da qual cabe recursos e obviamente que o atleta está recorrendo. Desta forma, não é ainda uma condenação em definitiva e por isso Robinho está livre para continuar a exercer seu trabalho - que é jogar futebol.

Por outro lado, o presidente em exercício do Santos - Orlando Rollo declarou em entrevista ao jornal "Folha de São Paulo" no último final de semana, que tais críticas a contratação de Robinho nada mais era que "dor de cotovelo" de torcedores rivais. Afirmando a esse diário que o jogador "não possui condenação com trânsito julgado", ou seja, nada ainda foi provado em definitivo contra ele. Já os advogados de Robinho, durante essa semana publicaram uma nota oficial na qual afirmaram que o atleta deverá ser considerado inocente nesta acusação.

Aguardemos por maiores informações a respeito deste assunto, enquanto isso não deixe de nos seguirem em nossas redes sociais e de acessar no site, onde encontrarão outras materias relativas ao mundo esportivo.