Para manter a credibilidade no mercado, Santos evita a contratação de um antigo ídolo do clube - aqui falamos do atacante Robinho, que está sim na mira do "Peixe". Com sérias dificuldades financeiras, o presidente em exercício - Orlando Rollo busca negociar dívidas para assim manter a credibilidade no mercado da bola e por esse motivo deixa de lado - por hora, a tentativa de repatriar seu antigo jogador.

"Professor Cuca está correto em exigir reforços. Quer que time ganhe e seja campeão, como eu. Mas quero que o clube não feche as portas também. Temos que ser coerentes, pés no chão. Meu papel aqui é evitar que o Santos entre em falência. Reforços seriam bem-vindos. Prospectamos mercado, sim. Não posso negar. Fui prospectar o mercado porque não podemos nos fechar numa "redoma". Falei com a Marisa (advogada de Robinho), procurei reforços, mas foi prospecção. Nenhuma se adéqua a nossa realidade financeira. Gostaria de trazer reforços, incluindo o Robinho, mas Santos não tem condições. É difícil trazer reforços neste momento. Situação é catastrófica", declarou o presidente santista.

Robinho

Livre no mercado, Robinho se voltar ao "Peixe", aonde neste momento chegaria apenas pelo pagamento dos salários e luvas. O atacante tem como ideia se aposentar no Santos, no entanto, por hora sua chegada é inviável ao clube da Vila Belmiro.