Com a eliminação no Paulistão 2020 e com sérios problemas extra-campo, o Santos já analisa sobre o futuro de Jesualdo Ferreira a frente do comando técnico do "Peixe".

Segundo as últimas informações vindas da "Vila Belmiro", as mesmas dão conta de que o presidente - José Carlos Peres conversou com membros do Comitê de Gestão no último final de semana e também com o diretor de futebol - William Thomas nesta segunda-feira passada, no CT Rei Pelé.

William, um dos grandes responsáveis pela contratação do técnico português, quer a permanência do comandante técnico, no entanto, a maioria dos dirigentes santistas, assim como também seu presidente, não compartilham da mesma opinião e querem uma mudança na comissão técnica.

Por outro lado, o Santos analisa diversos cenários - tanto em âmbito desportivo, quanto no financeiro. Jesualdo Ferreira possui vínculo com o "Peixe" até dezembro deste ano e para que seja liberado antes deste período, terá direito a receber valores de rescisão e multa - que custariam alguns milhões ao clube.

Com dificuldade financeira, o Santos terá que analisar muito bem a sua decisão e para isso não comunicou até o momento o seu treinador sobre o assunto, que comandou normalmente os treinos nesta última segunda-feira. Em quanto decide sobre a permanência ou não do português a frente da equipe principal, o Santos já sonda possíveis substitutos e entre eles estaria um velho conhecido do torcedor santista - aqui falamos de Cuca, que treinou a equipe em 2018.

Cuca que nos últimos dias recebeu elogios do presidente santista; está livre no mercado há quase um ano, quando deixou o São Paulo. Seu desejo é voltar a trabalhar e vê o "Peixe" com bons olhos. Segundo pessoas próximas ao profissional, a parte financeira não será problema neste momento.

Enquanto avalia a situação de seu treinador e possíveis substitutos para esse, o Santos retornar aos gramados já no próximo domingo, onde fará sua estreia no Brasileirão 2020, diante do RedBull Bragantino, na Vila Belmiro - com horário ainda a ser confirmado.