Presidente do Santos diz não ter ofendido ninguém e torce por pena leve no STJD

José Carlos Peres foi enquadrado no "Artigo 258", inciso II, que diz: "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões", A pena prevista para esse caso é de 15 a 180 dias de suspensão.

Por Minha Torcida
Compartilhe

José Carlos Peres - presidente do Santos acredita que possa ser absolvido ou levar uma pena leve no STJD, em julgamento na próxima sexta-feira, às 11h, no Rio de Janeiro.

O mandatário santista foi enquadrado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva no Artigo 258, inciso II por "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões". A pena prevista é de 15 a 180 dias de suspensão.

José Carlos Perez - presidente do Santos F.C.
José Carlos Perez - presidente do Santos F.C.

Em entrevista a "Gazeta Esportiva" o presidente do "Peixe" declarou o seguinte:

"Não ofendi ninguém. Apenas disse o que eu acho sobre o VAR", disse ele.

Peres está sendo acusado por uma entrevista dada por ele a "Rádio Energia 97", no início do mês de outubro, onde afirmou que "Se depender do VAR, o Flamengo é campeão".

"Não declarei que o Flamengo seja o culpado. Queria estar no lugar do Flamengo. É questão dos juízes… VAR veio para ajudar, mas é a mesma coisa de dar uma Porsche para quem não sabe dirigir. Vão falar que errada é a Porsche", avaliou o presidente na ocasião.

A promotoria em questão argumenta que Peres "extrapolou os limites da indignação e desrespeitou a arbitragem. A atitude imprópria do denunciado ao realizar uma reclamação pela via inadequada causa extremo abalo na estabilidade da competição".

Mais sobre: peres santos stjd
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal