Presidente do Santos viaja nesta segunda-feira atrás de recursos para modernizar a Vila Belmiro

As obras na “Vila” mais querida do Brasil abrangem diversas fases, como iluminação, melhorias no gramado, redução ou retirada de vidros para dar “efeito de alçapão” e também na parte de segurança – entre outras reformas pontuais.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Na onda das novas “Arenas”, o Santos vai atrás do sonho de modernizar a “Vila Belmiro” e para isso o presidente do “Peixe” – José Carlos Peres está com viagem marcada para a China e para os Emirados Árabes em busca de um financiador para o projeto de uma arena mais moderna.

A viagem a esses países deverá ocorrer ainda nesta segunda-feira, aonde o mandatário do clube santista irá em busca de dinheiro para tirar o sonho de ter uma “arena moderna” do papel e com isso modernizar a velha “Vila Belmiro”.

José Carlos Perez - presidente do Santos F.C.José Carlos Perez - presidente do Santos F.C.

A informação que aqui trazemos foi primeiramente trazida pelo jornal “A Tribuna” e posteriormente confirmada por outro jornal – o “Gazeta Esportiva”, que segundo eles, teve a confirmação do próprio presidente que afirmou que a viagem será curta e de que irá sozinho atrás deste “sonho”.

Na Ásia, Perez deverá se reunir com empresários dispostos a financiar a reformulação da Vila Belmiro, com a apresentação de projetos arquitetônicos já em andamento – a reforma e a modernização da “Vila” deverá ficar em torno de R$ 150 milhões. Vale ressaltar que o estádio do Santos já está em processo de reforma, devendo ter esse primeiro plano concluído em abril.

Vila Belmiro - imagem interna.Vila Belmiro - imagem interna.

As obras na “Vila” mais querida do Brasil abrangem diversas fases, como iluminação, melhorias no gramado, redução ou retirada de vidros para dar “efeito de alçapão” e também na parte de segurança – entre outras reformas pontuais.

Em uma entrevista recente, José Carlos Perez falou sobre as reformas em andamento na Vila Belmiro:

“Provavelmente o prazo de conclusão em 20 de março não será cumprido. Nós interditamos o nosso estádio para todas as obras necessárias. Se o prazo tiver de estourar, vamos expandi-lo. O que importa é que tenhamos uma “Vila” moderna e com muita segurança. O exemplo é quando reformamos nossa casa e, mesmo tendo um planejamento, é onde sempre surge algo a mais para ser feito. E já encontramos dezenas de esqueletos estruturais”, declarou o mandatário santista em entrevista a “Gazeta”.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal