Em reunião da direção, Santos sela acordo de paz dentro do clube

A onda de paz veio através do presidente do Conselho Deliberativo – Marcelo Teixeira, que conversou com o presidente e o vice e sugeriu uma trégua entre presidente e vice.

Por
Compartilhe

Parece que a paz está voltando a reinar pelos lados da Vila Belmiro. Após os sócios não concordarem com o impeachment do presidente José Carlos Peres, o mesmo convocou uma reunião durante essa semana para pedir paz dentro do clube.

Depois do encontro, os dirigentes do clube santista mantiveram algumas rusgas, mas ao mesmo tempo parece que chegaram a um denominador comum e sinalizaram uma trégua nos bastidores da “Vila Belmiro”.

Presidente e vice do Santos após a reunião. Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press.Presidente e vice do Santos após a reunião. Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press.

Mesmo com Peres pedindo a renúncia de Orlando Rollo – seu vice-presidente e maior incentivador do movimento de impeachment do presidente santista, Rollo voltou a dizer que tinha pouco espaço no clube. Porém, em linhas gerais, os dois lados prometeram um relacionamento profissional daqui em diante.

Em entrevista após a reunião, José Carlos Peres declarou que está tudo se encaminhando para a ordem.

“Não falamos mais nisso. Renúncia é para depois. Vamos amadurecer a ideia. Delimitamos bem as funções. Ele não cuidará mais de nenhum departamento. Só irá para as reuniões do Comitê de Gestão e terá direito a um voto como os demais. Ele não reclamou das demissões. De nenhuma. Está tudo em ordem no clube e agora caminhamos para as soluções”, declarou Peres.

Já Orlando Rollo declarou que de agora em diante o relacionamento entre os dois será estritamente profissional.

“Nosso relacionamento daqui pra frente será estritamente profissional. Sem maiores polêmicas. Presidente quer me colocar de volta, mas não preciso fazer parte do grupo, pode me chamar e passar as deliberações que eu converso com ele. Falei em particular com Peres e ele disse que me passaria tudo por telefone. Posso até voltar ao grupo, mas não é essa questão agora”, declarou o vice-presidente do Santos.

A onda de paz veio através do presidente do Conselho Deliberativo – Marcelo Teixeira, que conversou com o presidente e o vice e sugeriu uma trégua entre os dois, sem mais caso que venha prejudicar a imagem do Santos, fazendo assim valer a confiança dos associados que os elegeu.

Mais sobre: santos direcao paz
Comentários