Com ajuda de conselheiro, Peres consegue tempo no caso de impeachment

último dia 10 de setembro, o Conselho Deliberativo do Santos em votação aprovou o prosseguimento do processo, passando a decisão para os sócios.

Por
Compartilhe

Está confirmado. O presidente do Santos – José Carlos Peres cumpre com que prometeu e nesta terça-feira informou que entrou com uma ação na Justiça para cancelar a votação de seu impeachment no clube.

A votação que decidirá o futuro do presidente do peixe está marcada para o próximo dia 29 de setembro – sábado, mas Peres tenta ser mais rápido e tenta impedir a mesma, com a ajuda de um conselheiro. Conselheiro esse que também entrou com uma ação pedindo a anulação da decisão do Conselho Deliberativo, no último dia 10 deste mês. De acordo com o jornal “Gazeta Esportiva”, esse pedido realizado pelo conselheiro foi acatado.

José Carlos Peres - presidente do Santos.José Carlos Peres - presidente do Santos.

Em entrevista nesta terça-feira, o mandatário santista comentou sobre a situação nesta manhã.

“Isso foi um conselheiro do clube, revoltado com o dia da assembléia, totalmente equivocada, que diz que para haver o afastamento tem que haver 2/3 dos presentes. Existe uma interpretação errada nesse quesito e pressão por parte do presidente do Conselho Deliberativo. A comissão chegou a uma decisão equivocada que tinha de ser os votantes, no qual eles ferem o estatuto. Foi embasado nessa decisão que o conselheiro entrou com a ação. Não sabia que ele havia entrado, sinceramente. O juiz acatou o pedido e ainda entendeu que houve equívoco. Dentre os presentes, não estavam 2/3”, declarou Peres.

Para lembrar:

No último dia 10 de setembro, o Conselho Deliberativo do Santos em votação aprovou o prosseguimento do processo, passando a decisão para os sócios. No dia mesmo José Carlos Peres avisou que buscaria seus direitos na justiça e foi o que fez.

Se a votação ocorrer normalmente no próximo sábado, com a participação dos sócios do clube, na Vila Belmiro, se mais de 50% +1 votarem pelo afastamento, Peres deixará a função de presidente do clube e quem irá assumir em seu lugar será o seu desafeto – o vice-presidente santista, Orlando Rollo.

Comentários