José Carlos Peres pode sofrer impeachment no Santos

Para que o processo de impeachment do presidente do Santos tenha segmento, um dos dois pareceres terá que ser aprovado por dois terços ou mais dos conselheiros presentes.

Por
Compartilhe

A vida do Santos Futebol Clube não está boa dentro e fora de campo. Após ser eliminado da Libertadores por penalidade da Conmebol,  agora algo inédito no clube poderá ocorrer fora dos gramados, pois o Conselho Deliberativo do Peixe publicou um edital nesta terça-feira onde convoca seus conselheiros para a votação dos dois pareceres que defendem o “impeachment” do presidente José Carlos Peres. A reunião está marcada para acontecer na próxima segunda-feira – de forma “extraordinária”.

José Carlos Peres – presidente do Santos está sendo acusado de desrespeitar o estatuto do clube, onde a acusação indica que ele era sócio de uma empresa de agenciamento de atletas ao assumir o cargo, em janeiro. A mesma só foi encerrada meses depois.

José Carlos Peres está a frente do Santos desde janeiro deste ano.José Carlos Peres está a frente do Santos desde janeiro deste ano.

Sabedor da situação, o mandatário santista tenta de todas as formas impedir o processo de impeachment na justiça, onde ele alega que não teve direito a plena defesa. Vale ressaltar que em agosto, Peres conseguiu uma liminar que chegou a barrar o andamento do processo, mas essa mesma foi derrubada.

Com a liberação e o andamento do processo, o presidente santista voltou a entrar com um novo recurso na justiça, mas a mesma ainda não foi decidida – essa ação por parte de José Carlos Peres foi realizada na última sexta-feira.

Para que o processo de impeachment do presidente do Santos tenha segmento, um dos dois pareceres terá que ser aprovado por dois terços ou mais dos conselheiros presentes. Após a aprovação de um deles, uma Assembléia Geral será convocada para que os sócios decidam sobre a permanência ou não de Peres na presidência do Peixe.

Comentários