Com uma novela iniciada neste início de semana (saída do treinador), agravado ainda mais após a derrota na Libertadores, o Santos que para completar vive uma das piores crises financeiras de sua história, acredita que o melhor caminho neste momento seja apostar em um comandante técnico brasileiro.

De acordo com as últimas informações do time da Vila Belmiro, esse vê boas opções no mercado brasileiro e atualmente está descartando treinadores de fora do país por duas causas: a primeira pela alta do dólar e a segunda pelo período de adaptação necessária.

Substituto a Ariel Holan

Com esse caminho definido, o "Peixe" que diz não ter pressa para anunciar o seu novo comandante técnico, busca por nomes ideias que sejam tratados como preferidos para as negociações e o nome em pauta nesta última terça-feira era do ex-são-paulino - Fernando Diniz, que por hora fora descartado.

Enquanto não encontra o nome certo ou pelo menos define esse, Marcelo Fernandes - auxiliar técnico deve seguir no comando da equipe nos próximos jogos; o mesmo já esteve a frente deste na derrota para o Boca Juniors, por 2 a 0, pela Libertadores na noite passada.