Red Bull rescinde contrato com Yuri Vips; equipe de F2 mantém

Nessas duas semanas, a Red Bull teve grandes problemas extra pistas. Isso se dá, por conta das falas racistas do seu piloto de testes Juri Vips e do sogro de Max Verstappen, o tricampeão mundial, Nelson Piquet. Em suma, o caso do brasileiro acabou sendo mais “tranquilo”, por conta que o ex-piloto não interfere nos boxes dos touros vermelhos.

Acima de tudo, em uma transmissão em uma plataforma de streaming, o piloto estoniano utilizou um termo em inglês ofensivo para pessoas negras, cunhado no período da escravidão nos Estados Unidos.

Entretanto, o jovem piloto de reserva/testes, teve seu contrato rescindido pelos gestos racistas, após uma longa investigação. Por outro lado, a equipe de Fórmula 2, que o atleta está, a Hitech manteve seu contrato e cadeira na categoria, mesmo a própria categoria contestando.

Nota da Hitech sobre Juri Vips

Acima de tudo, a equipe disse que manter o piloto será uma forma de mostra sua verdadeira personalidade. Acompanhe um trecho da nota.

“Tomei a decisão de manter o Juri na vaga da F2 com Hitech pelo resto da temporada, uma decisão que debatemos seriamente. Permitir que ele complete sua temporada na Hitech é uma oportunidade para ele demonstrar, por meio de suas ações, o tipo de pessoa que é”, disse o CEO da equipe.

Em contraste essa foi a nota da Fórmula 2, após a decisão da Hitech.

Após o recente incidente envolvendo Juri Vips, a F2 gostaria de reafirmar que o uso de linguagem racista ou discriminatória não pode ser tolerado em nenhum ambiente. A decisão do Hitech Grand Prix hoje é surpreendente e não seria uma decisão que teríamos tomado. Monitoraremos a situação cuidadosamente com eles para garantir que tal comportamento seja abordado adequadamente”, confirmou a nota.

O que a Red Bull tomou de ação?

Para finalizar, Christian Horner havia afastado o atleta até o fim das investigações. Decerto, após a conclusão dos fatos, mesmo o piloto sendo um dos grandes nomes da categoria inferior. Por fim, o clima ficou insustentável, tendo a rescisão como fato mais lógico.

Foto Destaque: Divulgação / F2

Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero [...]