Casemiro está de contrato renovado, pelo menos é o que garante o jornal "Marca" da Espanha, que nesta manhã de quarta-feira publicou essa nova aos torcedores madrileños.

Segundo o diário da capital, o volante teve seu contrato estendido até 2023 muito pelo que vinha apresentando dentro de campo até a paralisação do futebol, em março deste ano por causa da COVID-19. Assim sendo, se cumprir com todo o seu contrato junto aos "merengues", Casemiro então aos 31 anos terá 10 anos de "casa".

Contratado sem nenhuma "pompa" pelo Real Madrid em 2013, após ter sido afastado do São Paulo, o volante foi conquistando seu espaço dentro do clube e dentro do time, até chegar ao que é hoje em Madrid - um dos pilares do time comandado por Zinedine Zidane.

Pelo clube, Casemiro já ajudou o mesmo a conquistar quatro títulos da Champions League, aonde o brasileiro chegou a fazer parte de um meio de campo histórico, ao lado de Luka Modric e Toni Kroos. Dos três, apenas Modric está fora dos planos do time "merengue", uma vez que Toni Kroos também teve seu vínculo estendido até 2023.

Ao lado do meio-campista alemão, Casemiro poderá seguir fazendo história no Santiago Bernabéu nesta nova fase do clube, uma vez que após o término da atual temporada a direção já prometeu renovar o seu elenco, o que na verdade já vem fazendo, com Federico Valverde, Martin Odegaard e Reiner.

No entanto, o Real Madrid já estaria de olho no "novo" Casemiro - aqui falamos na contratação de Eduardo Camavigna, que é justamente chamado desta maneira: "o novo Casemiro".

Ainda de acordo com o "Marca", Casemiro na temporada 2019/2020 é o atleta do time merengue com o maior número de partidas nesta, tendo ele a confiança total e absoluta de Zidane.

Estando o atleta brasileiro no auge de sua carreira, muito provavelmente ainda terá muito tempo de Real Madrid e esse foi um dos grandes motivos para a direção estender o seu vínculo.

Vale aqui ressaltar que essa é uma informação "extra-oficial", ou seja, ainda não foi confirmada pelo clube espanhol.