Depois de não parecer ser o mesmo da reta final da temporada 2018-19 pelo Real Madrid, Vinícius Júnior que viu Rodrygo lhe tomar o rótulo de "xodó" do time, perdendo assim o protagonismo e passando a ser criticado especialmente pelos erros na última tomada de decisão antes de definir uma jogada, parece que "acordou" e volta a se destacar pelo time "merengue".

E essa volta se deu nesta última quarta-feira, quando o meia-atacante brasileiro deu uma boa resposta na goleada por 4 a 0 sobre o Zaragoza - resultado esse que leva os madridistas às quartas de final da Copa do Rei. Escalado na ponta-esquerda de um 4-3-3, foi incisivo, buscou jogadas e não apenas mostrou bom aproveitamento nas finalizações: mas sim, marcando um lindo gol e também aparecendo com destaque na hora de fazer os trabalhos defensivos.

Entre recuperações de bola (6) e desarmes (4), o jovem brasileiro em questão somou dez ações defensivas - o seu recorde em um jogo desta temporada 2019-20. O momento de maior destaque, contudo, foi quando estufou as redes para anotar o terceiro tento da equipe treinada por Zidane - Varane, Lucas Vázquez e Benzema fizeram os outros.

Vinícius Júnior marcou o terceiro gol do Real Madrid, nesta última quarta-feira.
Vinícius Júnior marcou o terceiro gol do Real Madrid, nesta última quarta-feira.

Vinícius tabelou com o colombiano James Rodríguez, outro nome que vinha em baixa e com um singelo toque encobriu o goleiro Álvaro Ratón, colocando fim a oito jogos sem estufar as redes.

Depois do confronto, o jovem de apenas 19 anos comemorou a vitória e o gol:

"Estou muito feliz pela vitória e pelo meu gol. Agradeço ao James pelo passe", disse.

"O melhor hoje? A nossa concentração. Sabíamos que seria difícil".

Zinedine Zidane parece ter concordado com que disse Vinícius Júnior em sua entrevista, tanto, que ao comentar a exibição do jogador os elogios foram mais direcionados ao desempenho sem a bola mostrado pelo brasileiro.

"É evidente que este é um trabalho que ele tem que fazer, como todos", avaliou o francês. "E todos estão fazendo isso melhor do que antes. É muito bom não sofrer gols e é importante para, depois, atacar".

Foi sob as ordens de Zidane que Vinícius começou a perder o seu espaço, mas atuações como a de hoje, ainda que o adversário esteja na segunda divisão (ocupando a quarta posição), ajudam a dar confiança para mostrar a sua utilidade no time "merengue".