Em entrevista à jornal espanhol, Carvajal comenta a crise do Real Madrid

Em entrevista concedida ao jornal espanhol "Marca", o lateral do Real Madrid comentou sobre a fase da equipe nesta temporada e sobre a eliminação precoce na Liga dos Campeões da Europa.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

O lateral direito Carvajal, um dos principais jogadores do atual elenco do Real Madrid, concedeu entrevista ao jornal espanhol "Marca". Dentre os vários assuntos comentados, o jogador espanhol falou sobre o atual momento do clube, e relatou a tristeza do elenco em não estar disputando mais nenhum título nesta temporada.

Sobre o momento atual do Real Madrid nesta temporada, o jogador comentou:

- É raro que desde março você não esteja lutando por nenhum título, apenas pelo orgulho e pelo escudo desta camisa. É uma situação estranha e desconfortável.

Segundo o jogador, ninguém do elenco estava no seu melhor nível nesta temporada e, por isso, os resultados não vieram. Além disso, ele acrescentou que faltou sorte com bolas que teimavam em não entrar.

Carvajal concedeu entrevista ao jornal espanhol Carvajal concedeu entrevista ao jornal espanhol "Marca".

- Nos faltou, embora pareça estranho, um pouco de sorte. Houve jogos que merecíamos ganhar por dois ou três gols de diferença e os perdemos. A bola não quis entrar e em Madri os resultados que mandam.

Além disso, o espanhol comentou sobre alguns detalhes após a eliminação precoce do Real Madrid, diante do Ajax, em pleno Santiago Bernabéu:

- As primeiras duas ou três semanas após a eliminação custaram. Eu chegava em casa e ficava irritado, um pouco de mau humor, foi uma sensação muito estranha. Já passou um pouco mais de tempo e você compreende a situação. Tentar vencer as partidas restantes da Liga e pensar na próxima temporada.

Outro ponto importante da entrevista, foi o relato de Carvajal sobre o cartão amarelo forçado pelo zagueiro Sérgio Ramos, no jogo de ida, contra o Ajax, onde o Real Madrid venceu por 2x1:

- No final, ele reconheceu que estava errado. O 1-2 (no jogo de ida) é um resultado fantástico em qualquer mata-mata e ele pensou que era o melhor para ele e para a equipe. Ele mesmo disse que não era a coisa certa, mas você nunca sabe, se tivéssemos vencido o Ajax, ele teria ido "limpo" para as quartas de final. São decisões que são tomadas ... não precisa questioná-las.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
O que ler em seguida
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal