Mesmo com a direção querendo diminuir os gastos com a folha salarial, o Grêmio promete ir em busca de reforços para o restante da temporada. Segundo essa, a ideia é definir logo a contratação de um meio-campista e de um atacante.

Nesta última segunda-feira - 19 de julho, o presidente Romildo Bolzan Júnior em entrevista a TV Grêmio respondeu alguns questionamentos de seus torcedores, onde falou sobre a possível chegada de reforços.

"O Grêmio precisa de duas contratações pontuais dentro da necessidade do grupo. As posições já estão diagnosticadas. Temos muitas conversas, muitas avaliações, mas não temos nada acertado. Temos que ter uma qualificação no ataque e no meio campo, mas sem sobrepor peças que já temos no elenco", comentou ele.

Nomes possíveis como reforços

Ventilado como possível reforço gremista, Roger Guedes foi descartado por Romildo, até porque o jogador em questão está muito próximo de fechar com o Corinthians.

"Podemos ter outro perfil de atacante que desejamos. O Grêmio não viu no horizonte a contratação de Roger Guedes", destacou o mandatário gremista.

Já com relação ao volante Paulinho - também pretendido pelo Corinthians, o presidente do Grêmio fez altos elogios a esse.

"Um grande atleta, recebi ótimas informações, dizem que é extremamente profissional e todos falam maravilhas dele. Eu não sei como está com seu atual momento físico, ao ponde de chegar aqui e assumir a titularidade, caso ele venha. Mas se evoluirmos em alguma situação, aí será avaliado todo o contexto. Eu particularmente gostava dele quanto estava no Corinthians, no Barcelona e na Seleção Brasileira. Não é um jogador para fazer um contrato longo, é para atender uma necessidade momentânea, no máximo um ano de contrato", finalizou Romildo.

Paulinho como todos sabem é um pedido especial de Luiz Felipe Scolari - o Felipão junto a direção do Grêmio. Os dois trabalharam juntos na Seleção Brasileira, no entanto, o Grêmio terá concorrência com o futebol árabe e turco.

A ideia gremista é de anunciar a chegada desses reforços no início de agosto, quando se abre a janela de contratações de jogadores que estão atuando no exterior.