Enquanto o governo inglês tenta evitar uma segunda onda da COVID-19, os clubes que participam da Premier League temem ter que jogar com portões fechados até novembro. Mesmo com a volta dos torcedores aos estádios, marcada para o dia 1º de outubro, esses temem o adiamento para mais adiante, além de novembro ou dezembro.

Com criticas duras sobre o principal nome do governo britânico, esse tenta impor medidas mais duras em algumas regiões do país para o combate do novo Coronavírus e sua possível segunda onda de contaminação e o futebol não escapa dessas medidas, apesar da pressão dos clubes para comportar até 30% da capacidade das arenas com os torcedores.

De acordo com as últimas informações vindas da "terra da rainha", oito partidas de divisões inferiores da Inglaterra terão a participação de até mil torcedores dentro das arenas e estádios, mesmo com tamanha preocupação para uma possível segunda onda de contaminação da COVID-19.

O objetivo aqui da Premier League, é convencer o governo de que os jogos podem sim, ter a presença dos torcedores com segurança - seguindo todos os protocolos de distanciamento.

Agora resta saber se essa situação após esses confrontos seguirá indefinida para os times da primeira divisão do futebol inglês; aguardemos!