Você saberia me dizer quando foi criada a Premier League, sim, aquele torneio inglês que viria a se tornar hoje a competição de futebol mais rentável do planeta? Se não souber responder a essa pergunta, fique tranquilo, pois nós do minhatorcida.com.br iremos trazer essa informação até você!

A Premier League foi criada há quase 28 anos atrás, para ser mais exato, no dia 15 de agosto de 1992 - um sábado. Na verdade, neste dia foi dada a largada para a primeira edição deste torneio, que marcaria a ruptura dos clubes da divisão de elite do país com a antiga Football League, que regia o esporte na "terra da rainha".

A partir daquele momento, os clubes passaram a gerir o próprio torneio, celebrando vultuosos contrato televisivos, patrocínios e publicidade. O primeiro contrato televisivo foi com a emissora de TV "BSKyB" - pertencente ao magnata Rupert Murdoch, no valor de 305 milhões de libras - o que deu fôlego para que os clubes pudessem realizas contratações de jogadores e de quebra modernizar a estrutura física de suas sedes.

Além dos vultuosos contratos televisivo, havia ainda o desejo de trazer de volta a vontade pelo futebol no país, abalado por tragédias relacionadas aos denominados "hooligans" quanto a falta de estrutura dos estádios, como nos casos de Hillsborough e Bradford, onde centenas de torcedores vieram a óbito.

A nova liga também tinha como "meta" frear a crescente evasão de jogadores do país rumo a outras ligas financeiramente mais lucrativas, como o Campeonato Italiano e o Campeonato Japonês - na época.

Clubes participantes

Voltando a temporada de estreia da Premier League, propriamente dita, essa mesma contou neste ano com 22 clubes - número esse que na temporada de 1994/1995 passaria para os atuais 20 clubes. Na temporada 1992/1993 os seguintes clubes tiveram a honra de apresentar a Premier League ao mundo: Arsenal, Aston Villa, Blackburn, Chelsea, Coventry, Crystal Palace, Everton, Ipswich, Leeds, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Middlesbrough, Norwich, Nottingham Forest, Oldham, Queens Park Rangers, Sheffield City, Sheffield United, Southampton, Tottenham e Wimbledon.

Dentre esses 22 clubes, Ipswich e Middlesbrough conquistaram suas vagas na primeira edição da Premier League vindos da segunda divisão - como campeão e vice-campeão, respectivamente no ano anterior. Já o Blackburn sexto colocado na temporada regular, precisou superar o Derby Country e o Leicester nos playoffs para retornar a elite após 26 anos. Esse trio substituiria os rebaixados na temporada anterior: West Ham, Luton Town e Notts County.

Time sensação

O Norwich
O Norwich ou os canários - como também são conhecido, foram a grande senção da primeira edição da Premier League - imagem: trivela

Mesmo com os "grandes ricos" da Liga, quem surpreendeu na primeira edição da Premier League foi o pequenos Norwich - que na época era dirigido por Mike Walker, onde esse conseguiu levar o seu modesto time no topo da tabela até outubro, deixando o primeiro lugar de uma forma um tanto quanto inusitada: foram derrotados pelo Blackburn de Shearer por 7 a 1, em Ewood Park; no entanto, voltaria a liderança do torneio na segunda semana de novembro, em outra situação curiosa: ficando em primeiro lugar com 30 pontos e com saldo de gols zerado.

Na primeira edição da Premier League, alguns resquícios do antigo futebol inglês ainda permaneciam, uma vez que apenas dois jogadores e um goleiro poderiam ficar no banco de reservas.

Estrela e time campeão

Eric Cantona e Ferguson - imagem: trivela
Eric Cantona e Ferguson - imagem: trivela

Falando em jogadores, entre esses, mesmo com a grande maioria sendo da "terra da rainha", um francês se consagraria como o jogador mais decisivo do campeonato - falamos do atacante Eric Cantona, que em novembro trocaria o Leeds (atual campeão do futebol inglês), pelo Manchester United, vindo ser crucial para a conquista do título por parte dos "Reds Devils", que haviam largado mal - sendo eles a sofrerem o primeiro gol da nova liga; gol esse marcado por Brian Dean - do Sheffield United, na derrota por 2 a 1. O Manchester United viria a vencer somente na quarta rodada e ainda ficariam sete jogos sem uma vitória, ocupando a modesta décima colocação na 15ª rodada da Premier League. Porém, conforme já declaramos neste parágrafo mesmo, a partir da chegada de Cantona o time reagiu e finalizou a temporada de forma brilhante, conquistando assim o título da primeira edição da Premier League e quebrando com isso um jejum de 26 anos sem conquistar o principal torneio inglês. O título começou a ser comemorado no dia 2 de maio de 1992, com a derrota do Aston Villa para o Oldham, em casa - sacramentando a conquista com uma vitória de 3 a 1 sobre o Blackburn no dia seguinte.

Estrangeiros

Incrivelmente se comparado aos dias de hoje, na primeira edição da Premier League, dos 261 jogadores que tiveram a honra de entrar em campo na rodada inaugural do torneio, nos dias 15, 16 e 17 de agosto de 1992, apenas 13 eram estrangeiros, sendo eles: John Jensen - dinamarquês, Anders Limpar - sueco, Gunnar Halle - norueguês, Roland Nilsson - sueco, Robert Warzycha - polonês, Peter Schmeichel - dinamarquês, Andrei Kanchelskis - russo, Jan Stejskal - tcheco, Michel Vonk - holandês, Hans Segers - holandês, Craig Forrest - canadense, Ronny Rosenthal - israelense e Eric Cantona - francês.

A grande curiosidade aqui, é que naquela época os times ingleses não contavam com nenhum jogador sul-americano.

Voltando aos tempos de hoje

O título da temporada 2019/2020 está praticamente assegurado pelo Liverpool, que está com uma ampla vantagem sobre o Manchester City - vice-líder - imagem: arquivo
O título da temporada 2019/2020 está praticamente assegurado pelo Liverpool, que está com uma ampla vantagem sobre o Manchester City - vice-líder - imagem: arquivo

Já em 2020, a Premier League que estava paralisada por conta da pandemia do novo Coronavírus desde março, estará voltando a campo nesta próxima quarta-feira, dia 17 de junho para a sequência da temporada 2019/2020.