Pensando em um possível retorno aos gramados, a Premier League preparou um protocolo contendo sete páginas para apresentar aos clubes em uma reunião que será realizada nesta sexta-feira - 1º de maio, onde as partes através de uma videoconferência irão discutir uma possível volta a partir do dia 8 de julho.

Richard Garlick - diretor da Premier League, foi se não o principal, um dos principais responsáveis pela montagem deste documento que poderá ser ratificado. Entre as "regras" descritas neste protocolo está um dos temas relacionados aos centros de treinamentos dos clubes aqui em questão - aqueles favoráveis à volta.

No mesmo, há a exigência da utilização de máscaras nas dependências do clube, exceto durante as atividades físicas; onde ainda todos os equipamentos utilizados, como as bolas, deverão passar por uma desinfectação antes e depois dos treinos, ajudando com isso na redução das chances de contágio ao Coronavírus.

Além disso, todos os envolvidos nos treinamentos e nas partidas deverão passar por um rigoroso teste da "COVID-19" com pelo menos dois dias de antecedência à volta dos treinamentos. A volta as atividades esportivas dos clubes da Premier League não quer dizer que o isolamento social tenha acabado entre esses atletas, bem pelo contrário, o mesmo continuará a ser aplicado, até mesmo nos estacionamentos dos CTs, sendo recomendado que haja um espaço de três vagas vazias entre cada veículo estacionado.

Premier League - o campeonato inglês.
Premier League - o campeonato inglês.

Já as sessões de treinos, deverão ser realizadas com, até cinco jogadores. Massagens não serão permitidas, exceto em casos extremos. Dentre os clubes da Premier League, o Arsenal foi o primeiro a retornar aos treinos individuais, seguido pelo Tottenham, West Ham e Brighton.

Neste documento acima citado, o mesmo informa ainda que ele terá o consenso de todos os envolvidos na Premier League, incluindo os clubes.

Vale lembrar que para minimizar os impactos da paralisação da atual temporada, a UEFA recomenda que os campeonatos nacionais sejam finalizados até o fim de julho, para isso, é necessário que os clubes retornem aos treinos normais até o dia 18 de maio.