Atenção! O atacante uruguaio - Edinson Cavani deverá nos próximos dias enfrentar um processo de acusação de racismo por parte da Federação Inglesa de Futebol; com a possibilidade do jogador ser banido por até três partidas do Manchester United.

Entenda

A acusação esta sendo feita em cima de uma publicação do uruguaio no mês de novembro, onde esse ao se dirigir a um companheiro de profissão utilizou a palavra "negrito" em uma de suas redes sociais. Vale salientar que essa palavra em destaque é considerada ofensiva na "Terra da Rainha".

O jogador como já manifestamos nesta matéria, corre sério risco de ser banido do futebol inglês por até três partidas, mesmo que tenha esse apagado a sua publicação e tenha pedido desculpas.

Recurso

Cavani tem até o próximo dia 04 de janeiro para decidir se aceita contestar ou não a acusação. Caso esse considere a defesa, o Manchester United poderá se escorar no contexto cultural para que o uruguaio não seja punido. A defesa poder usar a "desculpa" de que o termo usado pelo atacante se refere ao apelido de seu amigo e que desta forma não houve qualquer intenção de ofendê-lo.

Caso semelhante na Inglaterra

Algo semelhante ocorreu em 2011, quando outro jogador uruguaio (Luisito Suárez) utilizou a mesma palavra para se referir ao companheiro Evra, durante um confronto entre Liverpool e Manchester United. Neste caso Luis Suárez fora punido por até oito jogos.

Em meio à polêmica, os "Diabos Vermelhos" voltam a campo nesta quinta-feira, onde encaram o Sheffield United em casa pela Premiere League.