Ainda não, mas em breve! Em coletiva de lançamento de um programa cultura no Rio de Janeiro, Eduardo Paes - prefeito da "cidade maravilhosa" disse ter avaliado o protocolo enviado pelo Flamengo pedindo a liberação dos torcedores na cidade, no entanto, ele segue um pouco reticente quanto a esse pedido.

Nesta mesma coletiva, Paes até brincou com os flamenguistas que estão lhe cobrando sobre o tema nas redes-sociais.

"Estão me cobrando que não libero jogos do Flamengo porque sou vascaíno. Se eu pudesse, bem que faria mesmo, tudo pelo Vascão. Se eu fosse juiz de futebol, o Vasco não estaria nesta desgraça que está", disse ele.

Porém, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro prometeu rever o assunto, garantindo que irá em breve anunciar um plano de retomada gradual de todas as atividades na região.

"Nos próximos dias, devemos anunciar nosso plano de retomada, a vacinação está avançando bem. Vamos ter Carnaval em 2022, tem de acontecer algo de muito inusitado para não. A gente quer que esse processo de renascimento tenha o Rio como protagonista. Estamos tomando decisões com base na ciência", finalizou.

Sobre as cobranças relatadas pelo prefeito do Rio, esse quis se referir ao vice de futebol do Flamengo - Marcos Braz, que cobrou um posicionamento do prefeito através de sua conta no Twitter.

O Rubro-Negro pressiona o poder público para não somente ter jogos com os torcedores presentes no Maracanã pela Libertadores, mas também no Brasileirão, onde promete brigar pelo título nacional e espera ver seus torcedores de volta ao estádio para ajudá-lo.

Flamengo no Brasileirão

Atualmente o rubro-negro ocupa a sexta colocação, com 21 pontos, dez a menos que o líder Palmeiras, no entanto, o Flamengo conta com dois jogos a menos que a maioria dos times que disputam a Série A - em 2021.