Rogério Ceni é demitido do comando do São Paulo

Após mais uma derrota no campeonato brasileiro e amargando a zona do rebaixamento, ídolo da torcida não resistiu e foi demitido pela direção.

Por
Compartilhe

Rogério Ceni não é mais treinador do São Paulo. Por meio de comunicado oficial, a assessoria de imprensa do clube tricolor publicou nesta tarde, 03, que o ex-goleiro e ídolo do clube não seguirá no comando. "O respeito e o reconhecimento pela grandeza de Rogerio Ceni, como figura histórica desta instituição, serão eternamente celebrados" citou o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. Ceni deixa o comando com 49,5% de aproveitamento em sua passagem pelo clube, sendo 37 jogos, 14 vitórias, 13 empates e 10 derrotas.

Rogério Ceni é demitido do comando do São Paulo

A demissão ocorreu após a derrota para o Flamengo no último domingo, pela 11ª rodada do campeonato brasileiro. Foram 6 meses de trabalho e com resultados insatisfatórios. Atualmente, o time está na 17ª posição do campeonato nacional e foi eliminado do campeonato paulista por Corinthians, da Copa do Brasil pelo Cruzeiro e também da Copa Sulamericada, pelo até então desconhecido Deportivo Defensa y Justicia da Argentina.

Nos bastidores, Dorival Júnior desponta como favorito para assumir o cargo, que tem ainda Marcelo Oliveira como candidato.

Ainda segundo cláusula de contrato entre as partes, Rogério Ceni terá direito à multa rescisória estipulada em R$ 5 milhões, que era válida até dezembro de 2018.

Mais sobre:
Comentários