Piastri desmente acerto com Alpine e pode ir para rival de última hora

Duas horas após o anuncio oficial da Alpine, Oscar Piastri veio em suas redes sociais negar o acerto com a equipe. O australiano continua como piloto de testes da instituição e iria substituir Fernando Alonso que está indo para a Aston Martin.

Em dois dias de férias, a Fórmula 1 já tem diversos rumores para o final desta temporada e a próxima em 2023.

O que Piastri disse sobre a possível efetivação na Alpine e o rumor de ir para um rival na F1

Como resultado, pelo seu Twitter pessoal, Oscar comentou que o anúncio acabou sendo feito sem ele ter assinado o contrato.

De último momento, a McLaren ligou para o piloto e está tentando convencer o atleta de ir para a vaga que seria de Daniel Ricciardo. Em suma, nos bastidores, Otmar Szafnauer, CEO da Alpine conversou em particular e disse que não irá facilitar essa quebra contratual.

“Eu entendo que, sem o meu acordo, a Alpine F1 divulgou um comunicado à imprensa no final da tarde de que estou pilotando para eles no próximo ano. Isso está errado e não assinei contrato com a Alpine para 2023. Não vou pilotar pela Alpine no próximo ano”, desmentiu Piastri.

Isso gerou um susto grande na categoria, pois, o jovem promissor poderia estar acertando com outra equipe? Decerto, para o próximo ano, as vagas são muito limitadas na Fórmula 1. Ou seja, as brechas que ainda possuem no paddock devem ser resolvidas até outubro em definitivo.

Vale destacar que no acordo assinado no ano passado com os franceses, existia uma cláusula que o piloto australiano precisa estar disputando a F1 em 2023. Ou seja, caso os franceses não façam isso, o piloto pode rescindir o negócio de forma totalmente gratuita.

Férias da Fórmula 1

Após o GP da Hungria que ocorreu neste fim de semana, a Fórmula 1 entrará de “férias” por um mês. Decerto, na próxima corrida que será na tradicional pista de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Por fim, as equipes devem vir com boas mudanças trazendo um campeonato de meio de tabela mais acirrado.

Contudo, a “dança das cadeiras” já começou a funcionar dentro do pit lane. Até o momento, Sebastian Vettel anunciou sua aposentadoria e Fernando Alonso trocou a Alpine para a Aston Martin.

Decerto, as vagas que estão abertas até o momento são: uma na Williams (Latifi não deve ficar na F1), uma na Alpine (Por conta  da saída de Alonso), uma na Mclaren (Depende da situação ao final do ano com Daniel Ricciardo) e uma na Alfa Romeu (Guanyo Zhou tem contrato até 2022).

Outros nomes também na Fórmula 2 pedem passagens como Felipe Drugovich, Theo Pourchaire e Jack Doohan.

Foto Destaque: Divulgação / Arquivo Pessoal de Oscar Piastri

Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero [...]