Você deve se lembrar que Neymar ficou de fora do time do ano da UEFA em 2017. Pois parece que para 2018, o craque brasileiro fará de tudo para ganhar o merecido reconhecimento do público. Ontem o PSG goleou o Dijon por 8-0 e Neymar, não só marcou quatro gols e deu duas assistências, como participou de absolutamente todas as jogadas de ataque o Paris Saint Germain. 

A partida marcou ainda outros dois dados interessantes, foi a maior goleada da história do "Francesão". E Edinson Cavani marcou um gol para se igualar a Ibrahimovic como os maiores artilheiros da história do PSG, com 156 gols. 

Neymar e companhia têm deitado e rolado sobre os adversários no Campeonato Francês e a vítima da vez foi o Dijon. 

Como foi a partida

Di Maria abriu a contagem com um chute cruzado, aos três minutos. Depois Neymar fez grande jogada e tocou na saída do goleiro, a bola ia para fora se Di Maria não tocasse para dentro. 2-0. Di Maria participou mais uma vez, só que agora cruzando para Cavani marcar de cabeça. Antes do fim da primeira etapa, Neymar sofreu e cobrou falta com perfeição. 4-0 no primeiro tempo.

É a primeira vez, pelo PSG, que Neymar marca quatro gols em uma única partida.

Sempre à espreita, Neymar aproveitou a falha no corte da zaga para marcar novamente aos 12 minutos da segunda etapa. Aos 28 minutos, Neymar fez uma jogada que lembrou - superficialmente - aquela contra o Flamengo, na época em que ainda era jogador do Santos. Ele arrancou entre os marcadores, passou ainda por outros três antes de chutar cruzado para fazer o 6-0. Um golaço. 

Mais tarde, Mbappé interrompeu a contagem de gols de Neymar após aproveitar passe do brasileiro para ampliar. Quase no fim da partida, um lance capital mudaria completamente os ânimos da torcida e Neymar. Em jogada dentro da área, Cavani sofreu pênalti. O atacante só precisava cobrar com qualidade para ultrapassar Ibrahimovic e se tornar, isoladamente, o maior artilheiro da história da equipe. A torcida queria este presente para o uruguaio, porém, quem pegou a bola com as mãos e cobrou para fechar a goleada foi Neymar. 

Em sinal de descontamento, Neymar não comemorou o gol. E após o apito final, foi vaiado por parte dos torcedores. Não falou com a imprensa e saiu de campo cabisbaixo. 

Ele levou a bola do jogo, o troféu de melhor da partida, mas não levou a alegria

O PSG é o primeiro colocado na tabela do Campeonato Francês depoisde 21 rodadas; empatou apenas duas e perdeu uma partida. O próximo confronto é um clássico contra o segundo da tabela, o Lyon.