Técnico alemão do Paris Saint-Germain ainda correr sério risco de não seguir a frente da equipe nesta nova temporada, conforme destaca o jornal italiano "CalcioMercato", que traz em sua edição desta quinta-feira a informação de que os dirigentes franceses ainda têm o técnico Massimiliano Alegri como sucessor de Thomas Tuchel a frente da equipe parisiense.

Mesmo tendo levado sua equipe a consagração de três torneios na última temporada, Tuchel por fim não conseguiu dar ao PSG o seu principal objetivo nos últimos anos - a conquista da Champions League; embora ficasse muito perto disso, onde disputou a final contra o Bayern de Munique e não fez feio na grande decisão.

Obviamente que a derrota diante dos alemães na final do principal torneio do continente, balançou ainda mais o profissional em seu cargo; que já não vinha tendo apoio por parte dos dirigentes do clube e para agravar ainda mais a situação de Thomas Tuchel a frente do PSG, ele conta com um fator negativo dentro dessa, uma vez que Leonardo - direito de futebol do clube francês é um grande admirador do trabalho do técnico italiano desde quando os dois estavam juntos no Milan, entre os anos de 2010 a 2014.

O Paris Saint-Germain irá estrear pelo Campeonato Francês somente no dia 19 de setembro, em partida válida pela segunda rodada do nacional - até lá a direção do clube deverá encaminha uma definição quanto ao assunto acima citado; aguardemos!