Praticamente fora do Paris Saint-Germain, Thiago Silva ainda não sabe se permanecerá no "Velho Continente", mas descarta jogar na China e nos Estados Unidos. Porém, clubes como Fluminense e Milan monitoram a situação do defensor que neste final de semana entrou na mira do Tottenham a pedido de José Mourinho.

De volta a Paris para cumprir seus últimos dias de contrato, Thiago Silva que estava no Brasil desde março, quando a Ligue1 foi interrompida por conta do novo Coronavírus e que viria posteriormente a ser finalizadas de forma antecipada, irá cumprir seus últimos dias de clube que se prepara para o mata-mata da Champions League e de copas que ainda estão em aberta na França.

Conforme já declaramos, Thiago Silva que está de saída do clube francês disse que ainda não sabe onde jogará a próxima temporada, tendo Fluminense e Milan como preferenciais, no entanto, o alto salário poderá ser barreira para ele defender tanto o time italiano, quanto o brasileiro, com isso, quem poderá sair ganhando é o Tottenham, que entrou nesta disputa no último final de semana.

Vale lembrar que o defensor brasileiro completará 36 anos em setembro e tem como meta permanecer em atividade por pelo menos até 2022, quando sonha ainda em defender a Seleção Brasileira na próxima Copa do Mundo, que será realizada no Catar.

Se realmente não conseguir se acertar com Milan ou Fluminense, Thiago Silva terá ainda o time londrino como uma nova opção, além desse, dois outros clubes da "terra da rainha" poderão entrar nesta disputa - aqui falamos de Arsenal e Everton, segundo o jornal inglês "The Sun", que revelou o interesse de Mourinho em contar com o serviço do zagueiro brasileiro em sua equipe na próxima temporada.