A próxima janela de transferências do mercado europeu, em janeiro, promete trazer grandes modificações ao Paris Saint-Germain no que diz respeito ao seu elenco. De acordo com publicação do jornal francês "Le Parisien", o clube já definiu uma "barca" com quatro jogadores que deverão deixar o clube a partir da próxima janela de transferências, no início de 2020.

Formam essa "barca", o zagueiro Thilo Kehrer, o lateral-esquerdo Layvin Kurzawa, o meia Julian Draxler e ainda o atacante Edinson Cavani. A tendência é que o clube francês aproveite até o final da temporada para negociá-los, uma vez que cada um dos jogadores citados vem perdendo espaço sob o comando de Thomas Tuchel.

O primeiro deles é quase recém-chegado ao clube. Contratado junto ao Schalke 04 no início da última temporada, o zagueiro alemão se machucou ainda na primeira rodada do Campeonato Francês e ainda não voltou ao time. Com o interesse do PSG em De Sciglio, da Juventus, Kherer deve perder de vez espaço com Tuchel.

Quarteto que deve deixar o PSG na próxima abertura do mercado da bola, em janeiro de 2020.
Quarteto que deve deixar o PSG na próxima abertura do mercado da bola, em janeiro de 2020.

Já Kurzawa, está na sua quinta temporada no PSG e desde a chegada de Juan Bernat, ex-Bayern de Munique ao clube, no ano de 2018, perdeu espaço na equipe. Como o seu vínculo se encerrando em junho de 2020, a diretoria da equipe parisiense quer encontrar um novo clube o quanto antes para o lateral.

Na sequência vem Draxler. Apesar de ter sido o jogador mais usado pelo PSG na última temporada - com 46 partidas - o meia-atacante alemão, assim como Kherer, se lesionou ainda nas primeiras rodadas do Campeonato Francês e mesmo já recuperado, não foi utilizado pelo comandante técnico alemão desde então. Sem espaço no time, o jogador é mais um nome que pode trazer lucro aos parisieneses na janela de inverno europeu - em janeiro próximo.

Por último vem Edinson Cavani. Um dos grandes nomes da ascensão do Paris Saint-Germain no cenário europeu e internacional, o atacante, que já é o maior artilheiro da história do clube, se machucou no início da temporada e abriu espaço para Mauro Icardi. E o argentino aproveitou a chance para se firmar de vez no time titular. Em sete jogos, são sete gols marcados, enquanto o uruguaio balançou as redes duas vezes em cinco oportunidades.

Como contrato expirando em junho de 2020 com o clube francês, Cavani pode ser um dos nomes que poderão deixar Paris já a partir de janeiro, uma vez que a partir deste período já poderá assinar um pré-acordo com qualquer outra equipe de seu interesse.

Líder do Campeonato Francês de forma isolada, com 27 pontos - oito à frente do vice-líder Nantes, o PSG é também líder no Grupo A da Champions League, com vantagem de cinco pontos sobre o Real Madrid, que é o segundo colocado no grupo. Tendo a competição continental como principal obsessão, a ideia do clube parisiense é poder abrir espaço no seu elenco para a chegada de novos nomes, já que a fase final da competição se inicia somente em 2020.