Companheiro de Neymar no PSG diz que clube deve deixá-lo sair se essa for sua vontade

Marco Verratti, companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain defende que clube francês não deve ficar com jogador que está insatisfeito, chegando a um acordo financeiro que agrade aos dois lados .

Por Minha Torcida
Compartilhe

Marco Verratti, companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain defende que clube francês não deve ficar com jogador que está insatisfeito. A fim de buscar novos ares, o meio-campista italiano declarou que o PSG deve chegar a um acordo financeiro que agrade aos dois lados e negocie o atacante que deseja sair.

"Acredito que se um jogador quiser sair, no final ele sempre encontrará um caminho para isso. E é melhor assim, senão o clube vai manter alguém que não quer, que vai estar contra o clube. Quando um jogador realmente quer sair, o clube deve deixá-lo ir, dependendo das condições definidas, mas não segure um jogador que quer sair", declarou o italiano a rádio francesa "RMC Sports".

Verratti e Neymar, em uma partida do PSG na temporada passada.
Verratti e Neymar, em uma partida do PSG na temporada passada.

Mesmo parecendo o contrário, Marco Verratti garantiu que torce pela permanência do craque brasileiro no Paris Saint-Germain para a temporada 2019/2020, declarando ainda que jamais ouviu Neymar dizer que gostaria de deixar Paris - contrariando o que disse o treinador do time - Thomas Tuchel recentemente.

"É claro que eu ficaria desapontando em vê-lo ir. Ele é um grande jogador, são coisas entre ele e o clube, eu nunca o ouvi dizer que queria sair, depois eu não sei o que ele disse ao clube, mas, pessoalmente, é claro que eu prefiro vê-lo ficar", afirmou.

Verratti comentou ainda que Neymar não deve estar vivendo dias fáceis, após ficar de fora da Copa América por causa de uma lesão e ainda ter enfrentado uma acusação de estupro.

"Eu não pude falar muito com ele, mas acredito que ele passou por um momento difícil, especialmente com a lesão que o deixou de fora da Copa América. Ele também teve momentos complicados em sua vida privada, sobre os quais conversamos muito", finalizou ele.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal