Sem ainda definirem qual o melhor procedimento a tomarem em relação à recuperação de Neymar, o Paris Saint-Germain, em conjunto com o Dr. Rodrigo Lasmar, optam por aguardar até o próximo sábado, quando a lesão do atacante completa 10 dias, para decidirem o rumo a tomarem em sua recuperação - uma nova cirurgia não está descartada, mas será a última opção.

Assim sendo, nenhuma novidade em relação ao quadro de recuperação do jogador será divulgado até lá. A ideia agora é acompanhar o andamento de sua melhora, caso ele apresente uma evolução nos quarto próximos dias, o departamento médico do clube francês poderá optar por um tratamento convencional, ou seja, com exercícios moderados e fisioterapia.

O médico da Seleção Brasileira e o responsável pela cirurgia no quinto metatarso direito do atacante em 2018, examinou o atleta nesta última terça-feira, onde foi sim constatada uma nova fratura no mesmo local, assim, eles agora aguardam os próximos dias para ver a evolução da mesma.

Neymar voltou a lesionar a região já operada em março do ano passado, na vitória do Paris Saint-Germain pelo placar de 2 a 0 sobre o Strasbourg, na última quarta-feira, pela Copa da França, onde precisou ser substituído por Diaby, na segunda etapa do confronto.

O "camisa 10" do PSG tem grandes chances de perder os confrontos diante do Manchester United - pelas oitavas de final da Champions League e também de ser convocado pelo treinador da Seleção Brasileira para os dois últimos amistosos antes da Copa América, em março, com adversários ainda a serem definidos.