Em partida válida pela "Copa da França", em pleno Parc des Prince, Neymar Jr. que chegou atuar pelo Paris Saint-Germain na vitória por 2 a 0 sobre o Strasbourg, voltou a sentir o pé operado em março do ano passado e uma nova cirurgia no local não está descartada, como confirma o próprio clube através de uma comunicado emitido nesta última quarta-feira.

"Os primeiros exames realizados mostram reais evidências da dor no local da lesão do quinto metatarso do pé direito. O tratamento no local dependerá da evolução nos próximos dias. Não estamos descartando uma nova cirurgia, mas todas as opções terapêuticas deverão ser consideradas", afirmou o PSG.

Neymar deixou o gramado diante do Strasbourg aos 16 minutos da segunda etapa sentido forte dores no local da cirurgia - a mesma que o tirou de cena em boa parte da temporada passada; após torcer o pé em falso no gramado quando tentava passar por um dos seus adversários de jogo. O jogador nem ficou no estádio, tendo ele sido levado imediatamente para um hospital de París, sob a observação de um dos médicos do clube francês.

Na época o jogador lesionou o quinto metatarso do pé direito em uma partida diante do Olympique de Marselha, em partida válida pelo Campeonato Francês, no dia 25 de fevereiro de 2018. Após a constatação da grave lesão que o levou a um "bloco cirúrgico", o craque brasileiro ficou parado por três meses, voltando duas semanas antes da estreia da Seleção Brasileira, na Copa do Mundo, da Rússia, num amistoso diante da Croácia.