Agora é oficial! Thomas Tuchel não é mais treinador do Paris Saint-Germain. Através de uma nota oficial, o clube francês comunicou nesta manhã de terça-feira a demissão do técnico aqui em destaque.

Confira abaixo trecho deste comunicado do PSG:

"Após uma análise aprofundada da situação esportiva, o Paris Saint-Germain decidiu por rescindir com o contrato de Thomas Tuchel".

Primeiras informações sobre possíveis substitutos

As primeiras notícias a respeito da demissão do técnico alemão pelo clube francês surgiram às vésperas do Natal, onde desde então essas mesmas colocaram o argentino Mauricio Pochettino como franco favorito a assumir o posto. Além desse, também estariam na mira do PSG, o português - Leandro Jardim e o italiano - Massimiliano Allegri.

Nasser Al-Khelaifi - presidente do PSG também comentou sobre a demissão de Thomas Tuchel, onde esse destacou o seguinte:

"Gostaria aqui de agradecer a Thomas Tuchel e à sua comissão técnica por tudo o que trouxeram para o clube. Thomas colocou muita energia e paixão em seu trabalho e, claro, nos lembraremos dos bons momentos que compartilhamos juntos. Desejamos a ele o melhor para o seu futuro.

Thomas Tuchel no PSG

A frente da equipe francesa, o técnico alemão comandou Neymar e Cia em 127 jogos, com 95 vitórias, 13 empates e 19 derrotas - um aproveitamento de 78%. Pelo PSG ajudou esse a conquistar os seguintes títulos: Dois Campeonatos Francês (2019 e 2020), uma Copa da França (2020), Copa da Liga Francesa (2020) e duas Supercopas (2018 e 2019).

Salientamos que quando nos referimos aos anos aqui citados, esses fazem alusão as temporadas 2019/2020 e também as temporadas 2017/2018 e 2018/2019.

Ainda sobre Thomas Tuchel, esse livre no mercado passa a ser o "ficha 1" para assumir o comando técnico do Arsenal, que poderá a qualquer momento demitir seu atual treinador.