Sem um comandante técnico após a demissão de Vanderlei Luxemburgo, nesta última quarta-feira, a direção do Palmeiras agora passa a definir o novo perfil de quem irá dirigir a equipe. Para isso, a mesma adotará cautela em sua escolha para não errar e com isso evitar quaisquer dores de cabeça no futuro.

Esta quinta-feira começa muito importante para o "Verdão", que após mais uma derrota no Brasileirão 2020 - agora diante do Coritiba, passa a trabalhar em busca de um novo profissional para comandar a equipe e enquanto esse não chega, a equipe passará a ser comandada pelo auxiliar Andrey Lopes.

Vale lembrar que antes de confirmar Luxemburgo no cargo, no início deste ano, a diretoria do Palmeiras chegou a abrir negociação com Jorge Sampaoli - hoje no comando técnico do Atlético-MG, líder do Campeonato Brasileiro, no entanto, não chegaram a um acordo e o "Verdão" acabou fechando com o "profexor".

Mesmo não havendo rejeição a outros nomes estrangeiros, existe sim uma certa cautela quanto ao novo profissional, principalmente em seu método de trabalho - que esse não seja muito diferente do que vem sendo utilizado pelo clube, uma vez que isso demandaria um certo tempo de adaptação por parte dos jogadores e em meio a temporada, isso poderá ser prejudicial. Mas o clube não descarta um nome de fora do país, aliás, não descarta nenhuma possibilidade neste momento.

Galiotte - presidente do Palmeiras tem como costume, apostar em profissionais experientes e consagrados, ainda mais após a passagem de Eduardo Baptista e Roger Machado; onde posterior a esses, o clube contratou Felipão, Mano Menezes e o próprio Luxemburgo demitido no dia de ontem.

Mercado restrito

Para piorar a busca por esse nome, a diretoria palmeirense em sua visão sabe que neste momento não há grandes nomes disponíveis no mercado de treinadores, justificando assim a postura mais cautelosa nesta busca.

O certo é que o novo treinador do Palmeiras irá encontrar um time que vem oscilando bastante nesta temporada, principalmente no Campeonato Brasileiro - onde o "Verdão" ocupa a sétima colocação, com 22 pontos; vindo de três derrotas consecutivas, por outros lado, o time aqui em questão possui a melhor campanha geral na Libertadores deste ano.