O fim da carreira de um "mito"

Sem planos para o futuro, Zé Roberto após anunciar sua aposentadoria dos gramados diz que agora só quer descansar.

Por
Compartilhe

Após admitir que não tinha mais forças para continuar jogando, Zé Roberto completou na última noite de segunda-feira seus últimos noventa minutos em campo.

Aos 43 anos de idade – desses 23 anos de carreira, o “Gigante Zé Roberto” colocou fim a sua exemplar carreira como jogador de futebol na partida contra o Botafogo. Os 23.562 pagantes que estiveram no Allianz Parque na noite de segunda, acompanhando Palmeiras x Botafogo, vão poder dizer que viram um grande jogador se despedir dos gramados, uma pessoa a ser seguida como exemplo, dentro e fora dos gramados.

Zé Roberto se despede dos gramados.Zé Roberto se despede dos gramados.

Ao sair do campo, Zé Roberto, deu a “a volta olímpica”, sendo saudado por todos que estavam presentes no estádio – tanto por torcedores do Palmeiras, como por torcedores do Botafogo e também por agora, seus ex-colegas de profissão.

Com uma carreira que iniciou em 1994, na Portuguesa, Zé Roberto emocionado se despediu ao dar sua última entrevista como jogador de futebol a beira do campo.

“Há três dias que não durmo esperando por esse momento. Muita tensão antes da partida. E jogar um jogo intenso como foi hoje não é fácil. Fazia tempo que eu não fazia. Aguentar 90 minutos correndo atrás dessa molecada não foi fácil. Termino um ciclo vitorioso”, declarou ele ao Sportv.

Homenagem do Palmeiras ao "gigante".Homenagem do Palmeiras ao "gigante".

Logo após falar a TV, Zé recebeu uma homenagem da diretoria do Palmeiras, onde ele falou novamente.

“O futebol me deu muito aprendizado. Eu achei que ia agregar muita coisa, mas aprendi muito. Aprendi que temos que, independente da nossa idade, de tudo aquilo que construímos, temos que aprender. Eu escolhi o clube para encerrar minha carreira pela identificação que tive, pelo carinho. Por um tempo que o clube como o Palmeiras estava passando por muita dificuldade. Quase caiu para a B em 2015, de lá para cá, conseguimos colocar o clube no patamar que ele sempre mereceu estar. Resgatamos o orgulho do torcedor palmeirense. Desde que fizemos o discurso no Paulista, trouxemos o torcedor de volta ao estádio, eles tiveram esperança. Através disso conseguimos a Copa do Brasil e o Brasileirão. Quando cheguei aqui, disse em meu primeiro discurso no vestiário, que o Palmeiras era grande. Hoje ele é gigante. Agora o que eu quero é descansar”. Finalizou Zé Roberto.

Entre os títulos da Copa do Brasil e do Brasileirão pelo Palmeiras, Zé Roberto também possui títulos fora do país, atuando por outros clubes e também pela Seleção Brasileira, bem como a La Liga, Bundesliga, Copa América, Copa das Confederações e o título de Campeão Mundial pelo Brasil, em 2002.

Após fortes emoções nesta última noite de segunda-feira, Zé Roberto muito provavelmente concederá uma entrevista coletiva nesta terça-feira no centro de treinamentos do Palmeiras, se despedindo e anunciando que não irá entrar em campo pela última rodada do Brasileirão.

Comentários