Após ser noticiado como o novo treinador do Palmeiras para a temporada 2018, Roger Machado foi assunto da coletiva cedida por Felipe Melo nesta quinta-feira.

Durante a coletiva, o volante foi perguntado sobre a chegada do novo treinador e que vem dividindo opiniões entre os palmeirenses nas redes sociais.

"Sinceramente, eu sou a favor da renovação. Era a favor do Valentim, um cara que eu gosto muito. Mas acho que não tem de ter lamentação, futebol é assim. Hoje estou aqui, amanhã não sei por onde estarei. O futebol funciona desta maneira. Vejo o Grêmio numa final de Libertadores, obviamente mérito grande do Renato, mas o início foi feito pelo Roger. Inicio de um ótimo trabalho no Atlético Mineiro, foi campeão estadual. Torcida tem de abraçar, se começar de "mimimi", "mas"... é complicado", declarou Felipe Melo.

Para finalizar ele completa dizendo:

"No tempo em que estive fora, vi alguns treinadores, como Luis Henrique, quanto teve oportunidade na Roma, ser massacrado. Daí ele foi para o Barcelona e foi campeão da Champions. Se a torcida abraçar ele, vai abraçar a nós, jogadores. Comentei outro dia que aqui se perde junto, se ganha junto. Aqui, todo mundo é xingado, cobrado. É desta maneira que tem que ser; assim que grupo cria casca, aprende a suportar pressão, momentos não bacanas. Temos tudo pra fazer um belo ano. Creio que torcedores tem que abraçar o treinador, porque assim estará abraçando a nós também".

Para descontrair, o meia revelou que tentou contratar Roger Machado em um famoso game eletrônico de futebol.

"Cara, tentei contratá-lo no Football Manager, mas não deu, não - risos. Ele não queria ser segundo treinador".

Roger Machado que deverá ser anunciado de forma oficial a qualquer momento, chega ao Palmeiras com contrato até o fim de 2018 - período esse em que termina o primeiro mandato do presidente Maurício Galiotte.