Mano Menezes pode ser confirmado como técnico do Palmeiras, mas torcida desaprova

A principal torcida organizada do clube se juntou aos demais torcedores na campanha "Mano não"; lembrando que o ex-treinador do Cruzeiro, também já comandou o Corinthians, principal rivar do Palmeiras.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Depois de ver o Palmeiras ruir diante do Internacional pela Copa do Brasil e pelo Grêmio na Libertadores, somado ainda a goleada sofrida pelo Flamengo (3x0) no último final de semana pelo Brasileirão, acabou a terceira passagem de Luiz Felipe Scolari no Palmeiras. Mano Menezes já surge como seu possível substituto, mas seu nome já enfrenta grande resistência por para da torcida.

Mano, que até bem pouco tempo atrás dirigia o Cruzeiro, está bem perto de fechar com o verdão. Ainda assim a Mancha Verde, principal organizada do Palmeiras, não está nada contente com o nome apresentado pela diretoria e não quer o técnico para o restante da temporada.

Mano Menezes.

No twitter, a hashtag "#MANOMENEZESNAO" já aparece entre os assuntos mais comentados. Em uma das mensagens, a Mancha Verde declarou o seguinte: "Já basta de merdas (sic) em 2019, Galiotte! #ManoNao e #ForaMattos! RESPEITE A TORCIDA, PELO MENOS UMA VEZ".

Vale lembrar que em 2017, após a saída de Cuca, Mano Menezes esteve muito perto de ser anunciado como novo técnico do Palmeiras, no entanto, preferiu permanecer no Cruzeiro. Para piorar a situação do treinador gaúcho, ele já comandou o Corinthians, arqui-rival.

Porém, a direção palmeirense espera conseguir anunciar a chegada de um novo comandante técnico no clube o quanto antes, pois o Palmeiras já tem novo compromisso pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado, diante do Goiás. Com seis pontos de diferença para o líder Flamengo, o Palmeiras tem 30 pontos e ocupa atualmente a quinta colocação no Campeonato Brasileiro.

Veja alguns outros tuítes sobre a possível contratação do treinador:

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal